Como cobrar um cliente com educação

Veja, em cinco passos, como cobrar um cliente com educação e manter uma relação saudável com os consumidores do seu negócio.

Cobrar cliente com educação

Ser bem educado é o mínimo para não perder a razão. Por isso, tenha em mente os pressupostos das boas práticas de cobrança sempre que for cobrar um cliente. Não sabe por onde começar? Fique tranquilo.

Neste artigo, vamos aprender como cobrar um cliente com educação, seja pessoalmente ou de modo virtual (via e-mail, telefone ou WhatsApp).

Além disso, vale lembrar que o exercício se torna necessário para construir uma relação estável com seus consumidores, mantendo-os confortáveis a ponto de continuarem respeitando e consumindo a marca. Ou seja, manter a educação no momento da cobrança é imprescindível para fidelizar seu cliente.

Como cobrar um cliente educadamente?

1.  Se coloque no lugar do cliente

Praticar os princípios da empatia ao cobrar um cliente deixa a situação confortável para ambos e aumenta a probabilidade do negócio receber, de fato, seu pagamento.

No momento de cobrar seu cliente, seja gentil, assuma uma postura de quem se preocupa com o bem-estar do cliente acima de qualquer coisa. Afinal, você não sabe o motivo pelo qual ele não realizou o pagamento.

E se foi uma questão de saúde ou, pior, a perda de um ente querido? Quem sabe um atraso no recebimento do salário ou, ainda, um esquecimento qualquer? Seja empático.

2.  Use o tom de voz adequado

Não importa se a cobrança for feita via telefone ou via mensagem, cobrar o cliente com educação exige um tom de voz adequado. Ou seja, você não irá receber seu dinheiro alterando o tom da voz ou escrevendo uma mensagem rude.

Inclusive, se o consumidor se sentir acuado ou constrangido pelo modo em que a cobrança foi conduzida, ele tem o direito de tomar providências jurídicas. Pois bem, mais fácil ser educado, concorda?

3.  Realize a cobrança no momento e no lugar apropriado

Nada de telefonar ou cobrar seu cliente em seu trabalho, ok? Existem momentos e lugares apropriados para realizar a cobrança. É desagradável e mal-educado da parte da empresa realizar cobranças fora do horário comercial, por exemplo.

Respeite o horário e prefira encaminhar lembretes de cobrança via e-mail, WhatsApp ou SMS. Cobre seu cliente e somente ele, não envolva terceiros quando não necessário.

4.  Encaminhe lembretes antes, durante e depois do vencimento

Então, e se a estratégia fosse outra? Que tal evitar a situação da cobrança inadimplente, investindo em lembretes encaminhados com antecedência e durante o prazo de vencimento do pagamento?

Em outras palavras, não deixe a cobrança vencer para lembrar o seu consumidor de que ela existe. Crie lembretes educados e, quem sabe, até mesmo bem-humorados. Torne sua marca inesquecível.

5.  Automatize suas cobranças

A neutralidade alcançada através de uma cobrança automatizada evita a sensação de desconforto, da empresa em relação ao cliente e do consumidor em relação à marca - o que pode ser muito pior. Uma boa estratégia para evitar cobrar seu cliente inadequadamente é terceirizar o serviço.

Assim, seu negócio, em conjunto com a empresa de cobranças, poderá programar lembretes e utilizar linguagem apropriada para lidar com casos inadimplentes, por exemplo. Além disso, ao automatizar seus pagamentos, suas cobranças tornam-se impessoais.

Ou seja, o seu cliente não associará a cobrança à alguém e sim a um robô, tornando mais leve todo o processo.

Agora que você aprendeu como cobrar um cliente com educação e recebeu dicas de como ser mais estratégico no momento da cobrança, concorda que agir educadamente é mais simples do que parece e pode evitar prejuízos?

O que você achou do post?

0 Respostas

Deixe seu comentário