Como cobrar a dívida de alguém que não paga

Saber como cobrar alguém corretamente é dever de todo empresário. Entretanto, em algumas situações, a cobrança pode ser difícil. Saiba o que fazer e não fazer.

Cobrar divida alguém

A maneira como cobrar alguém interfere diretamente no recebimento ou não da dívida, já que quando uma cobrança é realizada de forma inapropriada, as chances do cliente não pagar são enormes.

A má interpretação pode causar desentendimentos e, para evitar qualquer mal-entendido durante este processo, opte por nunca enviar mensagens longas, complexas e sem objetividade.

Qual a melhor maneira de cobrar alguém?

A melhor maneira para fazer o envio destes avisos é através do meio de comunicação mais usado pelo seu consumidor, aquele contato que ele deixou disponível no cadastro, geralmente o número celular.

Existem muitas maneiras para solicitar o pagamento de um devedor. É possível optar por mensagens de cobrança enviadas via SMS, WhatsApp ou e-mail, além de ligações telefônicas e envio de cartas.

O que não enviar via texto

As mensagens enviadas via SMS, WhatsApp, e-mails, cartas ou qualquer outra forma de texto, não podem conter:

  • palavrões;
  • xingamentos;
  • ameaças de morte ou agressão;
  • constrangimento moral;
  • informações incorretas sobre a dívida; e
  • calúnias.

Também não podem interromper o horário de trabalho ou o horário de lazer do consumidor, pois estas atitudes podem acarretar em problemas jurídicos com pena de três meses a um ano de prisão ao credor, conforme o artigo 71, do Código de Defesa do Consumidor.

Como cobrar uma dívida?

A melhor maneira de cobrar uma dívida é fazendo com honestidade, objetividade e sempre preservando a boa educação, a simplicidade do conteúdo, as informações corretas e justas, de acordo com o que foi combinado anteriormente com o cliente.

Quando o vencimento está em aberto há muito tempo e você não tem respostas por parte do cliente, é preciso encontrar outras formas de efetuar a cobrança.

Portanto, basta optar por algum meio de comunicação e, dentro dos limites da lei, insistir na tarefa e estar aberto a negociações com o cliente devedor.

1.  Via telefone

O uso do telefone pode ser um aliado para a sua empresa tentar contactar o devedor, entretanto, lembre-se de que existem regras para que essa comunicação não cause problemas jurídicos para a sua empresa.

Sendo assim, as ligações precisam ser realizadas durante o horário comercial, de segunda-feira a sexta-feira.

Também é proibida a ligação para local de trabalho ou comunicar-se com terceiros sobre a dívida em questão. Fale apenas com o devedor, caso contrário estará expondo-o e constrangendo-o.

A vantagem da ligação é a facilidade para negociação da dívida, em que novos ajustes podem ser feitos em tempo real para que o valor em aberto seja quitado o quanto antes.

2.  Via e-mail

O e-mail pode ser outro meio de cobrança. Contudo, é preciso ter em mente que apesar de ser altamente tecnológico, ele pode ser falho, pois algumas pessoas não costumam abri-lo com frequência.

Mas, caso você decida enviar uma mensagem através do e-mail, os cuidados com o texto devem ser os mesmos do SMS.

Não é permitido o envio de pagamentos em aberto sem que conste as informações da empresa e os dados completos da dívida e do cliente.

Por último, é sempre importante adicionar a seguinte frase: “Caso o pagamento já tenha sido efetuado, por favor, desconsidere a mensagem acima.”

3.  Via endereço físico

Para esta modalidade, o conteúdo da carta de cobrança deve ter os mesmos cuidados de todos os outros já citados neste artigo.

Mas preste atenção durante o envio, pois nenhum dado referente a dívida pode estar visível facilmente, ou seja, cuide com o envelope. Ele não pode ser diferente de outros tipos de correspondências, demonstrando que se trata de cobrança de dívida.

Tampouco a carta pode ser entregue sem estar devidamente lacrada e nominada ao devedor.

O que não fazer na hora de cobrar uma dívida?

Para cada forma de cobrança existe um cuidado especial, o que é importante para preservar seus direitos como credor e os direitos do devedor, além de manter a boa relação entre cliente e empresa.

Para manter a cobrança em situação favorável, saiba o que você não pode fazer com o seu devedor.

1.  Expor em mídias sociais

O credor não pode expor fotos do devedor em redes sociais, pois tal ação pode ser considerada criminosa, nos termos do Código de Defesa do Consumidor.

A situação vexaminosa ultrapassa os limites do relacionamento entre empresa-devedor e está sujeito a punição ao credor e multa, segundo o artigo 42, do mesmo Código de Defesa do Consumidor.

2.  Reter documentos

Nos casos em que a dívida envolve um bem material, como atrasos na parcela de imóveis ou automóveis, o credor, a depender do contrato, pode reter tal bem até que a quantidade referente a dívida seja quitada.

No entanto, em demais situações, fica proibido reter qualquer documento ou bem pessoal do devedor com a intenção de forçar o pagamento do valor em aberto.

3.  Enviar mensagem a terceiros

Não é permitido envolver qualquer outra pessoa que não seja a responsável pela dívida, pois essa atitude caracteriza-se como constrangimento e humilhação.

Sendo assim, fica proibido enviar qualquer mensagem, aviso ou ligar, por exemplo, para o patrão ou empresa onde o devedor trabalha com o objetivo de cobrar pelo pagamento.

4.  Inventar valores que não existem

No artigo 42, do CDC, o Parágrafo Único, diz que:

“O consumidor cobrado em quantia indevida tem direito à repetição do indébito, por valor igual ao dobro do que pagou em excesso, acrescido de correção monetária e juros legais, salvo hipótese de engano justificável.”

Isso significa que, se cobrado por uma quantia indevida, a empresa estará obrigada a repará-lo com o dobro do valor cobrado, deixando seu negócio no prejuízo duplamente.

Da mesma forma, ameaçar a cobrar clientes com valores abusivos de multas e juros que não foram acordados anteriormente pode provocar desarmonia na relação com o cliente e, mais do que prejuízo, você vai acabar atrasando ainda mais o recebimento.

Como a Cobre Fácil pode ajudar?

O sistema de cobrança da Cobre Fácil facilita a gestão financeira da sua empresa, pois emite relatórios completos referente a situação de cada cliente.

Esses relatórios fornecem informações sobre as dívidas em aberto, em andamento e as quitadas, para que seja possível acompanhar a trajetória de pagamento dos seus consumidores, de maneira individual.

Além disso, a Cobre Fácil auxilia no envio de mensagens automáticas ao devedor, os lembretes são enviados antes, durante o vencimento e após a data estabelecida para o pagamento.

Respeitando as normas de estabelecidas pelo Código de Defesa do Consumidor.

O que você achou do post?

0 Respostas

Deixe seu comentário