Como fazer um orçamento correto para clientes

Documentação sempre é uma coisa meio burocrática, mas não precisa ser! Neste artigo, mostramos o que não pode faltar em um orçamento para seus clientes e apontamos algumas ideias para diferentes negócios

Modelo orçamento cliente

Para fazer contratos de qualidade e expandir seus negócios, é fundamental contar com um modelo de orçamento eficiente. Essa tarefa, no entanto, pode ser complicada.

Para ajudar, listamos o que não pode faltar em um bom orçamento e, na sequência, falamos sobre tipos de negócios diferentes para inspirar na construção do seu.

Afinal, o orçamento é o início da sua venda e tem muito valor. Por isso, precisa ser bem construído e objetivo, sem deixar de ser completo, para não deixar dúvidas no cliente, que já tem interesse no seu produto ou serviço.

Vamos lá?

O que não pode faltar em um modelo de orçamento para empresa

Além das quantidades e descrição detalhadas de produtos e serviços, veja o que incluir e como você pode fazer um orçamento empresarial:

1.  O nome do vendedor responsável pelo orçamento

Afinal, o cliente precisa saber com quem falar ao retornar, não é mesmo?

2.  Os dados do cliente interessado

Porque uma cópia sempre ficará com você e, assim, terá as informações dele rapidamente em mãos quando ele retornar.

3.  A data em que o orçamento foi criado

Bem como o prazo de validade da proposta, para você saber se já é hora de entrar em contato novamente ou, se o cliente procurar você depois de muito tempo, saber que precisa atualizar o documento.

4.  Todas as formas de contato da empresa

Informe e-mail, telefones, redes sociais, site, tudo para que o cliente tenha facilidade de encontrar você.

5.  Valor unitário dos produtos e total

Para não deixar dúvidas e, caso a venda do produto ou serviço aconteça, o cliente não fique desapontado por ter entendido errado.

6.  Local de retirada dos produtos

Se houver um local de retirada dos produtos, é muito importante informar o endereço completo, contato desse local e os horários de atendimento para facilitar a vida do cliente.

7.  Informe possíveis gastos extras

Se existir entrega, por exemplo, e ela tiver uma taxa incluída, deixe isso claro para o cliente. Até mesmo se não houver, você pode vender isso como um serviço cortesia, que é um tipo de agrado que todo cliente ama.

8.  O tempo que vai levar para o pedido ficar pronto

Se seu produto leva um tempo para ficar pronto, informe isso também, para dar ao cliente uma real noção do tempo que vai levar, para que ele não fique esperando ou seja pego de surpresa se decidir comprar seu produto ou serviço.

9.  As formas de pagamento que você aceita

Nunca deixe para informar as formas de pagamento ao cliente só depois da decisão de compra ter acontecido. Pode ser frustrante se você não aceitar a forma de pagamento dele. Por exemplo: parcelamento em X vezes no cartão de crédito bandeiras Y, desconto para pagamento à vista etc.

Ah, sabe aquele campo chamado “Observações”? Não tenha preguiça e use-o! Quanto mais completo for o seu orçamento empresarial, melhor.

Além disso, cada negócio vai exigir um modelo diferente. Você pode acrescentar outros itens e deixar ele com a sua cara, incluindo logotipo e cores da sua marca. A seguir, trouxemos algumas ideias para diferentes nichos de mercado para você se inspirar.

Confira nosso GERADOR DE RECIBO gratuito!

5 tipos de modelo de orçamento para você montar o seu

Dependendo do negócio, se for a entrega de um produto ou um modelo de orçamento de prestação de serviço, haverá exigências diferentes e campos exclusivos, não só por causa de características da área de atuação, bem como pelos diferenciais oferecidos pela própria empresa.

1.  Orçamento padrão

Para ficar mais claro, abaixo exemplificamos como fazer um orçamento para cliente de maneira básica. Alguns itens costumam aparecer em qualquer orçamento.

Modelo orçamento

2.  Orçamento odontológico

Uma área mais específica, como serviços odontológicos, precisa ter orçamentos que apresentem segurança sobre o serviço, já que, quando se trata de saúde, as pessoas esperam que o profissional seja confiável.

Assim, esse tipo de orçamento deve mostrar dados como:

  • número de registro do profissional no conselho da área;
  • quais dentes serão tratados, por meio de um desenho da arcada dentária;
  • flexibilidade nos horários de atendimento - disponibilidade para atender sempre que precisar; e
  • tempo que vai levar todo o tratamento.

3.  Orçamento para escolas

Escolas de idiomas, música ou creches, além de escolas de ensino tradicionais, para conquistar novos alunos e poder cobrar mensalidades, é preciso elaborar um bom orçamento.

Um modelo de orçamento próprio desse segmento, que precisa conter informações como:

  • metodologia de ensino;
  • falar sobre os diferenciais da instituição para passar autoridade no assunto;
  • períodos em que ocorrem as aulas;
  • quantos alunos por sala; e
  • materiais didáticos que estão inclusos.

O ideal é que esse orçamento tenha uma cara de proposta comercial, com fotos das aulas acontecendo — se possível até mesmo com depoimentos de quem já fez as aulas e aprovou, para ser mais convincente.

Você também pode preparar vídeos e enviar por e-mail.

4.  Orçamento para serviços de advocacia

Quem trabalha com advocacia, precisa mostrar como funcionarão os honorários, pois é um tipo de serviço bem específico. Esse tipo de orçamento é mais conhecido como proposta de honorários advocatícios.

Costuma conter:

  • descrição dos serviços jurídicos a serem prestados;
  • honorários;
  • despesas; e
  • registro do profissional na OAB.

5.  Orçamento para agência de viagens

Indo para o setor do turismo, o orçamento para uma agência de viagens também deve se aproximar mais de uma proposta comercial, como no caso das escolas.

Isso porque é necessário informar tudo que vai compor a viagem, inclusive mostrando imagens, para tornar mais atrativo.

Normalmente, é necessário mostrar o roteiro completo, informar se tem seguro-viagem e outros detalhes. É um negócio em que não é ideal entregar apenas uma folha A4 puramente textual, como pode funcionar muito bem para outros negócios, pois precisa encher os olhos do cliente, “dar vontade de viajar”.

Você pode falar sobre:

  • a agência de viagens e seu tempo de atuação;
  • detalhes sobre o destino pretendido;
  • roteiro completo com datas e horários de ida e vinda, estadia, alimentação, traslados e passeios, com depoimentos de quem já usou esses serviços e aprovou;
  • seguro-viagem; e
  • diferenciais, como atendimento 24 horas, para o cliente se sentir seguro.

Dica bônus: como mandar um orçamento para um cliente

Se o cliente estiver presente no seu ponto físico, pergunte se deseja receber a via dele impressa, por e-mail ou os dois.

Isso porque pode ser legal da sua parte se preocupar em não gastar papel - o que pode agradar o cliente que pensa nisso -, e você provavelmente montará esses modelos em um programa ou software específico, portanto, não custa disponibilizar no formato digital.

Assim, se houver extravio, o cliente tem outro lugar para consultar.

Nossas ideias inspiraram você? Então, mãos na massa e prepare-se para os novos clientes!

O que você achou do post?

10 Respostas

Deixe seu comentário