O que é e quais os tipos de carteira de cobrança

Já pensou em automatizar cobranças no seu empreendimento? Vem descobrir a carteira de cobrança para otimizar o processo de cobrança da sua empresa.

Carteira de cobrança

A carteira de cobrança é um serviço disponível nos bancos de forma que todos os boletos gerados na sua empresa estejam diretamente vinculados à instituição bancária. Assim, o banco é responsável por monitorar os pagamentos e acompanhar qualquer alteração, como data de pagamento, atraso e etc.

Ainda assim, ficam muitas dúvidas sobre o assunto: qual a diferença entre cobrança bancária e cobrança em carteira? Quais os tipos de carteira de cobrança? E quais as modalidades de cobrança que existem? Fica tranquilo que a gente explica tudo que você precisa saber sobre o assunto!

O que é carteira de cobrança?

Nada mais é do que uma maneira de otimizar os processos de cobrança da sua empresa. Atualmente, só existe a carteira de cobrança registrada, e você precisa contratar o serviço na instituição bancária de sua preferência.

Através do serviço de carteira de cobrança, você emite um boleto ao cliente e o banco é informado da existência desse boleto. Assim, qualquer alteração no documento passa pelo banco e você nem se incomoda com isso.

Qual a diferença entre a cobrança bancária e a cobrança em carteira?

A cobrança em carteira é uma das modalidades englobadas na cobrança bancária. Ou seja, cobrança bancária é toda aquela que passa pelo sistema do banco na hora do pagamento e fica a seu encargo.

Além da cobrança em carteira, existem outras modalidades possíveis intermediadas pela instituição bancária que podem auxiliar a controlar as finanças da sua empresa.

Olha só!

Modalidades de cobrança além da carteira de cobrança


1.  Cobrança simples

Consiste, basicamente, em gerar um boleto simples de cobrança que possa ser enviado diretamente ao cliente. Nesse caso, o banco é responsável pela cobrança e por transferir o crédito à empresa.

2.  Cobrança rápida ou direta

Esta é a melhor modalidade para empresas com grande fluxo de cobranças a serem geradas. Através de um software de cobrança, geralmente cedido pelo banco, a empresa gera os boletos e envia aos clientes de forma rápida.

A vantagem é que a empresa tem autonomia para gerar as cobranças e pode fazer de maneira instantânea, sendo um grande benefício para empresas que geram um grande fluxo de boletos.

3.  Cobrança indexada

É aquela cobrança que não tem valor fixo, pois o valor é variável, como no caso de câmbio de moedas ou a oscilação no valor do câmbio no dia do fechamento da fatura em caso de compra internacional.

4.  Cobrança vinculada

Para garantir que a empresa receba o valor instantaneamente, a instituição bancária oferece o dinheiro como crédito à empresa. Esse empréstimo ocorre de duas formas:

•  Caucionada

A empresa cede ao banco títulos bancários em garantia e, quando o boleto é quitado pelo cliente, pode-se substituir a garantia ou abater o valor emprestado.

•  Descontada

O banco passa a ser credor da dívida, atrelada, nessa modalidade, a uma operação de desconto. No entanto, no caso de inadimplência do cliente, a empresa é responsável pelo pagamento de juros ao banco.

Tipos de carteira de cobrança

Em 2016, a Federação Brasileira dos Bancos - Febraban - decretou o fim da carteira de cobrança sem registro - via boleto simples, pois a carteira de cobrança com registro garante maior segurança para as empresas, já que o banco é o intermediador durante todo o processo.

Enquanto na cobrança sem registro, a instituição bancária tinha conhecimento da transação apenas na hora do pagamento.

Todas as modalidades de cobrança acima são vantagens a se escolher na carteira de cobrança registrada, que é a única existente no momento. Com o fim da carteira de cobrança sem registro, os bancos optaram pelo serviço registrado, já que o cadastro dos boletos é essencial para evitar fraudes.

Esse tipo de carteira de cobrança faz com que as empresas registrem os boletos e enviem as remessas aos bancos, que por sua vez são responsáveis por identificar os pagamentos e redirecionar o crédito à conta vinculada à carteira de cobrança em questão.

E então? Ficou mais fácil entender o que é a carteira de cobrança e como sua empresa pode se beneficiar dela? Agora é hora de analisar qual combina mais com o seu negócio e adotar mais essa facilidade para otimizar os processos de cobrança do seu empreendimento.

O que você achou do post?

0 Respostas

Deixe seu comentário