Tipos, modelos e exemplos de cobrança simples

Confira tudo que você precisa saber sobre cobrança simples e não ter nenhuma dor de cabeça.

Cobrança simples

A carta de cobrança pode ser um meio direto de contato com o cliente, na maioria das vezes sendo utilizada por meio de mensagem ou e-mail. Entretanto, pode ser difícil escolher qual tipo de cobrança realizar e saber o momento ideal para seguir.

Pensando nisso, vamos ajudar você a entender todos os tipos de cobrança existentes e como identificar as diferenças entre eles e compreender melhor como funciona a carta de cobrança para diferentes situações.

Você também pode contar com um modelo que elaboramos para você se inspirar.

5 tipos de cobrança e o que é cada uma

1.  Cobrança direta

Com a cobrança direta é possível que a própria empresa controle e acompanhe a situação de pagamento de cada cliente porque o registro pode ser feito pelo seu próprio sistema.

A empresa fornece uma cópia do boleto para o cliente, ou seja, ela também fica com uma cópia, de modo que é possível acompanhar a situação do pagamento e vencimentos.

Com esse estilo de cobrança, o cliente também pode optar pelos boletos online.

Dessa forma, a própria empresa é responsável por fazer a carta de cobrança e enviar para os clientes em cada situação, como no momento da compra e em caso de atraso do pagamento, como veremos mais adiante.

2.  Cobrança indexada

A cobrança indexada se trata de situações em que o valor pode ser alterado sem decisão da empresa, considerando fatores externos, como por exemplo, o valor do dólar e até mesmo data de pagamento.

Ou seja, o valor a ser cobrado depende de um fator externo.

3.  Cobrança rápida

Essa modalidade de cobrança é a mais flexível de todas, pois a própria empresa pode fazer a emissão dos boletos, devendo, contudo, registrá-los.

A cobrança rápida permite maiores descontos financeiros e até alteração na data de vencimento. É a forma ideal para manter uma relação contínua com os clientes e possibilita um prazo curto de faturamento.

4.  Cobrança simples

A cobrança simples é feita com a emissão de duplicatas, por causa da relação entre uma instituição financeira e a empresa. Nessa modalidade, a instituição é responsável por fazer a cobrança e creditar o pagamento, sendo responsabilidade da empresa apenas definir prazos, multas, protestos e correção monetária.

O boleto fica registrado e, assim que é pago, a transação é efetuada dentro do prazo estipulado pela instituição financeira.

5.  Cobrança vinculada

Com essa cobrança o banco transfere o pagamento para a empresa em forma de crédito em dois tipos:

•  Descontada
Nessa modalidade, a empresa se responsabiliza caso o pagamento não seja efetuado, podendo gerar juros, isso porque o banco se torna credor dos títulos. Ou seja, se o cliente não realizar o pagamento, a empresa restitui aquele valor, com juros, ao banco.

•  Caucionada
Se optar por essa categoria o banco receberá títulos de cobrança em troca de um empréstimo para sua empresa. Assim, quando houver o pagamento de algum boleto, o valor é descontado dessa “dívida”.

A principal para entender o que é e qual a diferença entre cobrança simples e cobrança vinculada temos que pensar na relação dos créditos, pois a vinculada ocorre quando a empresa necessita do pagamento antecipado, então o banco se torna credor dos títulos, seguindo uma das duas modalidades que vimos acima.

Dessa maneira, a cobrança simples não exige que a empresa se responsabilize caso o cliente não pague o boleto, porque não há o pagamento antecipado e consequentemente não há dívida de créditos.

Exemplo de carta de cobrança simples

Agora que você já entendeu todos os modelos de cobrança, conheça um exemplo de carta de cobrança simples para não restar nenhuma dúvida.

É importante cobrar os clientes em todas as etapas da venda, ou seja:

  • no momento da venda em si;
  • alguns dias antes do vencimento; e
  • após o vencimento.

Se a empresa realiza a cobrança simples, basta enviar a carta apenas no momento da venda, pois será a instituição financeira a responsável por realizar a cobranças.

No momento da venda, a carta deve ser simples e com um tom amigável, contendo as informações do produto vendido, como o nome e o valor, seguido do prazo e forma de pagamento, como uma espécie de resumo de compra.

Modelo de carta de cobrança simples

Olá, (nome do/da cliente)

Estamos te enviando o detalhamento referente ao (nome do produto ou serviço adquirido) no valor de R$: (colocar o valor) parcelado em X vezes (se houver parcelamento), com vencimento para o dia (colocar dia, mês e ano do vencimento).

Se houver alguma dúvida ou dificuldade para acessar o boleto, pode entrar em contato conosco.

Atenciosamente,
(nome da empresa)

A Cobre Fácil tem tudo que você precisa aprender para saber como gerar um boleto de cobrança de forma simples, sem ter muito trabalho, emitindo mensalidades e assinaturas automaticamente, além da facilidade de contar com um conjunto de soluções para facilitar toda a sua gestão de recebimentos.

O que você achou do post?

0 Respostas

Deixe seu comentário