Qual a diferença entre boleto com registro e sem registro?

Você sabe o que significa um boleto com ou sem registro? Não? Então leia esse artigo e entenda qual a diferença entre os dois tipos de cobrança.

Boleto com registro e sem registro

Se você utiliza o meio de pagamento boleto, provavelmente já caiu de paraquedas em uma conversa sobre o tema: boleto com registro x boleto sem registro.

Mas, se você ainda se pergunta qual é a diferença entre os dois tipos de cobrança e como o boleto registrado pode, com superioridade, melhorar o controle financeiro do seu negócio e diminuir o índice de inadimplência, esse artigo irá, finalmente, lhe situar no assunto.

Boleto sem registro

O boleto sem registro é um título de cobrança que, como o nome sugere, não é registrado no sistema do banco emissor. Assim, a instituição bancária emissora não possui conhecimento da existência do título e apenas cobra a tarifa no momento da efetivação do pagamento do boleto.

Desse modo, todo o trabalho fica por conta do contratante da carteira de cobranças. Portanto, caso o empreendedor não receba em sua conta corrente o montante cobrado via boleto sem registro, será preciso entrar em contato com o cliente, combinar nova data e encaminhar uma nova cobrança.

Boleto com registro

Por sua vez, o boleto com registro é automaticamente registrado no banco emissor, assim, ao emitir um boleto em sua carteira de cobrança, o contratante do serviço cadastra - de modo automático - o documento na instituição, tornando-o único.

Dessa forma, se o seu cliente não efetuar o pagamento do título de cobrança, o boleto poderá ser protestado. Portanto, caso essa seja a vontade do cedente (quem receberá a quantia), ele deverá entrar em contato com a instituição bancária para protestar o boleto.

Assim, para que a cobrança seja realmente mais segura para o seu negócio, todo boleto registrado deve conter nome, endereço e CPF/CNPJ do sacado (quem deverá realizar o pagamento).

Inclusive, essa é uma das maneiras mais eficientes de identificar se um boleto é registrado ou não: conferindo se essas informações estão presentes no documento.

Por que o boleto sem registro deixou de existir?

No entanto, esteja ciente de que o boleto sem registro deixou de existir em meados de 2018, já que novas regras para emissão de boletos bancários passaram a ser exigidas no país.

A mudança implementada pela Federação Brasileira dos Bancos - Febraban - objetivou deixar mais seguro e transparente o mercado de pagamento.

Por isso, mesmo tirando nossas dúvidas sobre boleto com registro e boleto sem registro somente em 2020 - visto que o mercado de pagamentos ainda está se adaptando às novas regras - é importante ressaltar as vantagens dos títulos registrados, como é o caso da redução da inadimplência.

Portanto, é nessa perspectiva que a Cobre Fácil apoia seus serviços, preservando os benefícios do boleto registrado e, também, oferecendo uma carteira de cobranças justa, à medida que cobra pelo serviço de emissão apenas quando o pagamento do boleto for efetuado - assim como ocorria na era dos boletos sem registros.

O que você achou do post?

0 Respostas

Deixe seu comentário