Veja em 3 passos como gerar boleto de cobrança

Entenda como gerar e oferecer o boleto de cobrança como forma de pagamento em apenas três passos simples.

Gerar boletos de cobrança

Você pode estar deixando de efetuar muitas vendas pelo simples fato de ainda não ter começado a gerar boletos de cobrança na sua empresa.

Isto porque o método de cobrança via boleto é um dos mais escolhidos e utilizados pelos clientes em todo o território nacional.

Os motivos são bem simples, pois, ao utilizar esta opção de pagamento, o seu cliente consegue:

  • pagar em qualquer lugar;
  • escolher o melhor horário, sem ter que pegar filas; e
  • emitir uma segunda via.

A emissão de boleto de cobrança também oferece vantagens ao empresário. Um exemplo é saber que muitos brasileiros não possuem contas bancárias ou qualquer tipo de cartão de crédito.

Caso o seu cliente faça parte desta estatística, o boleto bancário pode ser a única alternativa para que efetue a compra do seu produto ou serviço.

E, por consequência, se a sua empresa não oferece esta opção, poderá estar perdendo essas vendas.

Desta forma, oferecer uma cobrança via boleto pode aumentar o seu número de clientes satisfeitos e de vendas realizadas.

Para entender como gerar um boleto de cobrança, é preciso saber antes de mais nada o que é um boleto bancário e quais as informações que constam neste documento.

O que é um boleto bancário?

O boleto bancário é um documento gerado por um banco ou por uma plataforma de cobranças, para proporcionar ao empresário uma outra forma de recebimento pelas vendas efetuadas.

Através dele, é possível programar a cobrança de juros e multas já no momento da emissão, sem ter que esperar para analisar se o boleto foi ou não pago pelo cliente.

É válido ressaltar que o boleto bancário fornece a menor taxa de inadimplência do mercado financeiro e que pode ser emitido tanto de maneira individual, ou seja, uma venda com um único valor, mas também em formato de carnê, com datas e valores estipulados mensalmente, podendo, assim, parcelar qualquer venda.

Quais informações constam num modelo de boleto de cobrança?

Algumas informações deverão constar no documento emitido pelo vendedor e entregue ao cliente e poderá ser enviado através de e-mail ou por correios, não sendo necessária a presença física do consumidor no local de compra.

Informações do cedente

Aquele responsável por emitir o documento, podendo ser um banco convencional ou uma plataforma digital que oferece a opção de gerar boleto online.

As informações são:

  • nome e CNPJ;
  • um código de barras; e
  • linha digitável.

Ambas informações são exclusivas para cada boleto emitido, fazendo com que esse documento seja seguro, desde a emissão até a efetivação do pagamento, evitando falsificações.

Informações da empresa

As informações obrigatórias da empresa que cobrará o boleto são:

  • nome completo;
  • CNPJ ou CPF (caso sejam pessoa física); e
  • endereço completo.

Informações do sacado

Quanto ao sacado, ou seja, o cliente devedor, deverá constar as seguintes informações:

  • nome completo;
  • CNPJ ou CPF (caso sejam pessoa física); e
  • endereço completo.

Informações da cobrança

Devem constar outras informações importantes, que auxiliarão no momento do pagamento como:

  • data de vencimento;
  • valor do boleto;
  • valores de multas e dos juros; e
  • descontos, caso possua.

Modelo de boleto

Modelo boleto

3 passos para gerar um boleto de cobrança

Seguindo estes três passos, você entenderá como fazer um boleto de cobrança, de maneira fácil e rápida.

1.  Escolha e faça um cadastro em uma plataforma de emissão de boletos ou abra uma conta em um banco convencional. Em seguida, solicite o serviço de emissão de boletos.

2.  Preencha os campos solicitados com todas as informações necessárias, como explicamos anteriormente.

3.  Por último, é só fazer o download do arquivo para enviá-lo através do e-mail ou por correios para o seu cliente. E, caso você opte pela plataforma de cobranças, as melhores do mercado oferecem o serviço de envio automático.

Uau! Simples não é mesmo? Não existem motivos para não oferecer este modelo de cobrança ao seu cliente.

Existem taxas para emissão?

Sim. Os bancos convencionais cobram uma taxa específica para gerar o boleto e, a cada nova emissão, uma taxa costuma ser atribuída.

Porém, se você optar pelo uso de uma plataforma digital de cobrança como a Cobre Fácil, essa taxa não será cobrada imediatamente no momento da emissão.

Você só pagará a taxa após o seu cliente pagar o boleto emitido - e é preciso destacar que o valor desta taxa é muito menor, em relação às taxas dos bancos convencionais.

Ainda é preciso informar que na Cobre Fácil você também não paga caso precise emitir uma segunda via do boleto ou seja necessário alterar qualquer informação no documento.

No caso dos bancos, contudo, alguns cobram taxas extras para cada alteração ou para uma emissão de uma segunda via. Por isso, escolher uma plataforma de emissão é a melhor opção para o seu negócio.

Dica bônus: A plataforma digital da Cobre Fácil oferece um auxílio ao serviço de cobrança, enviando mensagens automáticas para cobrar a dívida do seu cliente, contribuindo para que as taxas de inadimplência da sua empresa sejam baixas ou até inexistentes.

Posso cobrar a taxa de emissão do cliente?

Não. O consumidor não deve ser cobrado por escolher esta opção de pagamento, ou seja, o cliente não é responsável pelas taxas de emissão do documento.

Segundo o Departamento de Defesa do Consumidor, cobrar taxa pela emissão do boleto de cobrança é uma prática abusiva e totalmente indevida, que infringe o Código de Defesa do Consumidor.

Ou seja, a taxa de emissão faz parte do negócio entre a empresa e o banco (ou plataforma) que emitiu o boleto de cobrança, sendo proibido seu repasse ao cliente.

O que você achou do post?

2 Respostas

Deixe seu comentário