Entenda o que é um boleto com baixa operacional

O que é boleto com baixa operacional, como ele interfere na vida das empresas e dos consumidores e como realizar seu pagamento. Descubra aqui a resposta para todas essas perguntas!

Boleto com baixa operacional

Antes de ingressarmos no assunto boleto com baixa operacional, é importante contextualizá-lo. Para isso, vamos voltar até 2018, quando o País passou por uma série de mudanças nas regras para emissão e pagamento de diversos modelos de boletos bancários.

As novidades foram pensadas para garantir maior transparência e mais segurança, tanto para quem cria boletos de cobrança, quanto para quem recebe pagamentos nesse formato.

Entre elas veio a proibição da emissão de boletos simples (sem registro) e em paralelo passou a ser obrigatória a emissão registrada.

Nesse contexto, logo abaixo, você está prestes a entender o que é a baixa operacional e como empresas e clientes precisam lidar com ela nos documentos. Também vai descobrir as vantagens, principalmente para empresas, do boleto com baixa registrada.

O que é boleto com baixa operacional?

É aquele cujo cancelamento pela própria empresa ou o não-pagamento pelo cliente já foi comunicado à instituição financeira ou ao banco responsável pelo seu registro. E que, portanto, não está mais registrado no sistema da entidade.

Todo e qualquer boleto emitido por uma empresa deve receber baixa operacional. Ou seja: precisam constar como tendo pagamentos cancelados ou como “não pagos” no sistema do tal banco ou da instituição financeira.

Se isso não for feito, serão considerados “sem baixa operacional”. E quando um boleto emitido não tem baixa, ele fica registrado pela entidade vinculada à empresa que o emitiu, passando a constar como “em aberto”. A partir disso, taxas começam a ser cobradas até que a situação do documento seja alterada.

Essas taxas costumam ser cobradas pelos bancos ou instituições de forma individual, para cada boleto de todos os tipos que estiver aberto e sem baixa registrada.

Isso pode gerar despesas enormes e inesperadas para a empresa responsável pelas emissões ou até mesmo complicar seu controle de gestão financeira.

Se a sua empresa está com dificuldade para gerenciar boletos bancários e outras formas de pagamentos e recebimentos, conte com a ajuda de especialistas em soluções financeiras. Faça seu cadastro na Cobre Fácil e transforme suas cobranças em processos automatizados.

Ebook conquistando a inadimplência zero

eBook enviado com sucesso!

Acesse seu e-mail para ler o eBook e fazer seus clientes pagarem em dia.

Como o boleto com baixa interfere na vida dos clientes?

Para os clientes, documentos que constam como “com baixa operacional” podem:

  • já ter sido pagos;
  • já estarem vencidos e não terem sido pagos antes da data de vencimento; ou
  • terem sido invalidados por alguma razão e cancelados pela empresa emissora antes do pagamento.

No internet banking, nas lotéricas ou no caixa eletrônico, consumidores que tentam pagar boletos em uma dessas situações costumam receber uma mensagem de erro 20x5.

Antes de providenciar solução para o problema, é importante que o consumidor consulte seu extrato para confirmar que o documento não tenha sido pago em outra ocasião.

Se necessário, recomenda-se também entrar em contato com a empresa responsável por emitir o boleto de cobrança para saber qual a situação desse pagamento em seu sistema interno. Assim será mais fácil prosseguir com a solução mais adequada.

Agora, se a conta realmente não foi paga, é preciso saber o que fazer!

Como pagar um boleto com baixa operacional

Para boletos não pagos antes do vencimento ou invalidados por alguma razão, a solução do problema 20x5 está na solicitação de uma segunda via pelo cliente, com o mesmo valor e nova data para pagamento.

Outra opção é a de realizar o pagamento através de transferência bancária, sempre lembrando de comunicar à empresa a mudança no formato do acerto da conta e de validar o recebimento do valor pela organização nos dias posteriores ao pagamento.

Atenção para a cobrança de juros por atraso, afinal de contas, defini-la fica por conta do empreendedor!

O que você achou do post?

0 Respostas

Deixe seu comentário