Séries da Nota Fiscal: o que é e onde encontrá-las

A Nota Fiscal é um documento fundamental para o controle contábil de uma empresa, por isso, é importante conhecer todos os seus detalhes, como o número de série, por exemplo. Nesse artigo, ensinamos como identificá-lo.

Séries nota fiscal

Dentro de uma empresa, a emissão de um documento fiscal é uma obrigatoriedade e, com ela, as séries da Nota Fiscal se fazem presentes, auxiliando no controle e identificação do modelo de emissão do documento.

As séries são essenciais porque tratam da identificação de um documento importante nas operações fiscais de uma empresa, porque ele permite que um negócio calcule seus impostos, auxiliando na estimativa do faturamento e na organização do fornecimento e produção das mercadorias.

Além disso, a Nota Fiscal possibilita que o governo tenha controle das transações comerciais que ocorrem no País.

Para gerar uma nota, é necessário identificar as atividades exercidas pela empresa através da Classificação Nacional de Atividades Econômicas. Sem definir o respectivo CNAE, não é possível emitir a NF, e esse é um problema que pode causar prejuízos ao seu negócio.

Você sabe quais as séries de uma Nota Fiscal eletrônica e o que deve constar nelas? A gente explica neste artigo.

O que é a série da Nota Fiscal

É uma sequência numérica que vai de 000.001 a 999.999. De acordo com o Ajuste SINIEF 08/09, é possível a utilização de números de série variados, porém, não é permitido o uso de uma única série para a emissão de diferentes documentos fiscais.

O número de série serve para identificar o modo de emissão e fazer o controle das saídas, por isso pode chegar até 999.999. Após esse limite, a numeração é reiniciada.

Vale lembrar que essa numeração é emitida pelo seu sistema de emissão de Notas Fiscais e não deve ser criada manualmente, ou seja, sem o auxílio de um programa específico para isso.

Veja o exemplo a seguir para identificar o modelo, série e numeração de uma nota:

  • Suponhamos que a série da nota fiscal seja de 552000001.
  • O modelo da nota é 55, que compõe a série 2, seguida da numeração da nota: 000001.

E se a sua dúvida é sobre quais são as séries da Nota Fiscal de serviço eletrônica, saiba que a Secretaria da Fazenda estipulou que a série da nota virtual pode ir de 1 até 999.

Os números de 890 a 899 são exclusivos para emissão de Nota Fiscal eletrônica avulsa e uma observação importante é que a numeração de 900 a 999 é utilizada apenas pelo SCAN - Sistema de Contingência do Ambiente Nacional.

As Notas Fiscais eletrônicas garantem o pagamento correto de impostos e combatem a sonegação fiscal, além de reduzir o consumo de papel.

Ebook conquistando a inadimplência zero

eBook enviado com sucesso!

Acesse seu e-mail para ler o eBook e fazer seus clientes pagarem em dia.

As 3 principais dúvidas sobre Nota Fiscal

1.  Onde fica o número da Nota Fiscal eletrônica?

O número fica localizado no canto superior do DANFE (Documento Auxiliar da Nota Fiscal Eletrônica). Esse documento não serve propriamente como Nota Fiscal, mas é ele que apresenta as principais informações que estarão dispostas na nota original.

A nota eletrônica, inclusive, pode substituir o papel físico e geralmente é enviada via SMS ou e-mail.

2.  Como definir a série da Nota Fiscal?

É possível configurar e personalizar a série de acordo com um sistema de emissão de notas eficiente e seguro, que deve ser contratado pela empresa.

Muitas soluções, como a da Cobre Fácil, oferecem um sistema de gestão financeira completo, que vai muito além da emissão de notas. Na nossa plataforma, você também pode:

  • criar réguas de cobrança para diminuir o índice de inadimplência;
  • cadastrar pagamentos por recorrência;
  • fornecer ao seu cliente uma plataforma com área exclusiva para que ele possa consultar os pagamentos efetuados e os que estão por vir; e
  • automatizar cobranças mensais.

3.  O que deve constar na Nota Fiscal?

Confira a lista das principais informações que devem constar no documento:

  • a intitulação “Nota Fiscal de Venda a Consumidor”;
  • número de ordem e da via, com série e subsérie;
  • nome do titular, endereço e os números de inscrição, estadual e do Cadastro Geral de Contribuinte do estabelecimento emitente;
  • discriminação da mercadoria: quantidade, marca, tipo, modelo e demais características que permitam a identificação;
  • valores (unitário e total) e outros custos cobrados, além do total da operação;
  • nome, endereço e os números de inscrição estadual e CNPJ do impressor do documento, data e quantidade de impressão; e
  • número de ordem do primeiro e do último documento, com série e subsérie, além do número da Autorização de Impressão de Documentos Fiscais.

A não emissão de Nota Fiscal configura crime contra a ordem tributária, com prisão de 2 a 5 anos e multa. Pessoas físicas e jurídicas podem realizar a emissão da NF-e, então, se você tem um negócio, é importante conhecer o maior número de informações que circulam nos documentos da empresa para não arriscar sofrer processos judiciais e para poder garantir a segurança da organização.

O que você achou do post?

0 Respostas

Deixe seu comentário