Porque usar um gateway de pagamento no seu negócio?

O que é gateway de pagamentos e quais as vantagens ele pode trazer para o seu negócio, sendo ele online ou não.

Usar gateway de pagamento

Mesmo antes da quarentena imposta no mundo por causa do novo Coronavírus, o varejo digital no Brasil estava estimado para ter um crescimento na ordem de 18% para o ano de 2020, segundo dados da Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm).

Durante o confinamento, mais pessoas tiveram sua primeira experiência de compra online e outras tantas passaram a comprar online coisas que antes não o faziam, como itens de supermercado e roupas.

Em vista desse cenário, podemos perceber que as compras online se tornaram um comportamento que veio para ficar, seja pela comodidade de comprar do conforto de casa ou pela agilidade e economia de tempo.

Esse comportamento vem atrelado à expectativa de uma boa experiência na plataforma escolhida pelo consumidor para as suas compras, principalmente na hora do pagamento.

Estabilidade da plataforma, diversas formas de pagamento disponíveis e alto nível de segurança são indispensáveis para o consumidor se sentir seguro para finalizar a compra. E é por isso que um negócio online precisa usar um gateway de pagamento.

Essa interface vai garantir esses pré-requisitos para suas vendas online, além de outras vantagens, que listamos a seguir.

O que é gateway de pagamento?

Gateway de pagamento ou gateway de pagamento online é um sistema para efetuar a transmissão dos dados de pagamento entre o lojista, a instituição financeira e o consumidor.

Ele opera no modo online e é muito utilizado para processamento de pagamentos com cartões de crédito. É como aquelas maquininhas de cartão de crédito que o cliente passa seu cartão na loja física, só que funcionando pela internet.

Imagine que um cliente escolhe os produtos que deseja em um e-commerce e clica em finalizar a compra no carrinho. Neste momento ele inicia a jornada de checkout, começando pelas opções de pagamento, já integrado ao gateway.

Em tempo real, o sistema fará a transmissão dos dados de pagamento (número do cartão, nome impresso, CRV, data de validade, valor do pagamento, etc) entre outros processamentos, com a instituição financeira e devolverá ao servidor do e-commerce o resultado dessa transação já resolvida.

Essa é a função primária de um gateway de pagamentos. Quando atrelado a um sistema de pagamentos online, como o da Cobre Fácil por exemplo, ele pode oferecer também diversas outras funcionalidades para a gestão financeira do seu negócio, tais como envio de arquivos de remessas e retorno, conciliação, além do registro ser automático.

Vantagens de adotar um gateway de pagamentos online

Comunicação mais eficiente

O gateway é um canal direto da loja virtual com os bancos e operadoras de cartões, fazendo com que a transmissão dos dados de pagamento do seu cliente seja direta com a instituição financeira.

Diferente de um intermediador de pagamentos, o gateway elimina a necessidade de o consumidor ser redirecionado para outros sites para realização do pagamento. Quem nunca abandonou uma compra pois o site para o qual foi direcionado não abriu ou não funcionou corretamente porque abre em um pop up?

Variedade de integrações e opções de pagamentos

Assim como você entende do seu negócio, um gateway de pagamentos entende da jornada de pagamentos e tem expertise para fazer essa experiência cada vez melhor tanto para o cliente, quanto para o empreendedor.

Dos recursos que melhoram a experiência do cliente, essa interface pode oferecer facilidades como compra com apenas um clique e checkout transparente, além de diversas formas de pagamento.

Do lado do empresário, além da possibilidade de adicionar essas facilidades ao cliente do seu e-commerce, esse sistema permite que ele tenha integrações com várias operadoras de cartões de créditos e bancos diferentes, possibilidade de cobrança recorrente (para clubes de assinatura, por exemplo), realizar estorno de pagamentos e integração com sistemas anti-fraude, garantindo a segurança da operação de pagamento.

Segurança

Além do sistema anti-fraude, o gateway atua na proteção dos dados inseridos na loja online, como os de cartões de créditos cadastrados para compras rápidas e os dados para pagamentos recorrentes dos seus clientes.

A base de dados preservada e segura no gateway possibilita ainda que você possa negociar com quaisquer adquirentes de forma transparente, sem precisar acessar seus clientes para mudar ou acrescentar instituições financeiras no seu e-commerce.

Menos burocracia e custos para a empresa

Não é redundante dizer que tempo é dinheiro quando o contexto é exatamente uma ferramenta que agiliza e melhora o processo de pagamento online dos clientes do seu negócio.

Assim, com um gateway de pagamentos você passa a ter redução tanto de tempo com burocracias, quanto de custos.

Um bom gateway de pagamentos tem uma política clara e simples para sua adesão e custa ao empresário taxas muito acessíveis, cobradas somente sobre transações realizadas.

Ele também libera o empresário da burocracia e do custo de ter que criar junto aos bancos uma carteira de cobrança. Isso porque todos os dados de cobrança ficarão registrados no sistema e sem custo adicional para isso.

Outra vantagem para o empresário é que, dada a conexão do e-commerce diretamente com os bancos e operadoras, é o gateway que se adapta aos processos de cobrança e checkout de cada instituição, e não o seu negócio.

Assim, você pode atuar ainda mais na sua estratégia de pagamentos, flexibilizando mais opções para o cliente, como parcelamento sem juros.

Um gateway de pagamentos só é usado para compras na internet?

Ainda que na sua essência opere somente online, você pode oferecer ao seu cliente mais formas de pagamento de um produto ou serviço à distância, mesmo que você não tenha uma loja virtual atrelada a eles.

Esse modelo, inclusive, é bastante utilizado para produtos com alto valor agregado e com uma tabela de preços variáveis conforme a necessidade do cliente, ou outros fatores, ou seja, não é um preço que possa ser fixado em um e-commerce.

Assim, ao invés do cliente acessar a loja virtual e entrar no processo de pagamento via checkout do carrinho, você ou sua equipe de vendas vão gerar uma ordem de pagamento e um link, via sistema, para ser enviado ao cliente.

Pronto, agora com o link o cliente poderá efetuar o pagamento para o seu produto ou serviço à distância, com toda a segurança e as vantagens que vimos aqui que um gateway de pagamentos oferece.

O que você achou do post?

0 Respostas

Deixe seu comentário