Como fazer um carnê de pagamento para formatura

Confira como fazer um carnê de pagamento para formatura e a importância dessa iniciativa para a realização do sonho de seus alunos.

Carne pagamento formatura

A organização ou comissão do evento e até mesmo a escola ou a universidade responsável pela cerimônia devem preparar um carnê de pagamento para a formatura. Buscando cumprir o planejamento prévio e possibilitando a participação de todos os formandos.

A formatura é o evento mais esperado da vida de um estudante. Mas a colação de grau e a cerimônia comemorativa somente podem acontecer a partir de um planejamento financeiro que permita a realização desse sonho.

Pensando nisso, neste artigo, falaremos mais sobre a importância dessa preparação financeira e, até mesmo, ensinaremos como fazer um carnê de pagamento para a formatura de seus alunos.

Por que utilizar um carnê de pagamento mensal para formatura?

Para seus clientes, os formandos, levantar o valor necessário para custear os gastos de uma formatura não é fácil. Por isso a importância de fazer isso por partes, ou melhor, parcelas. Nesse ponto é que o carnê pode ser uma solução.

Afinal, ele é composto por boletos mensais e serve para receber quantias grandes de modo parcelado, geralmente em até 24 vezes. Desse modo, os formandos não precisarão desembolsar um valor alto de uma só vez, aumentando as possibilidades de todos eles participarem.

Mas, além de saber da importância do carnê mensal para a realização da cerimônia, aprender a fazer um carnê de pagamento para formatura também é imprescindível, certo?

Como fazer um carnê de pagamento para formatura

Como fazer carne pagamento

1.  Decida quantas parcelas farão parte do carnê

Um carnê de pagamento é composto, quase sempre, por 12 ou 24 boletos, geralmente divididos em partes iguais. O parcelamento comporta várias parcelas, pois tem como objetivo receber um valor alto.

Assim, nesse primeiro momento é necessário decidir quantas parcelas farão parte do carnê em questão. De modo geral, quanto mais parcelas melhor, visto que a ideia é iniciar a arrecadação com antecedência.

Para formaturas maiores, o ideal é dividir o carnê em, no mínimo, 12 boletos, ou seja, iniciando o pagamento com o prazo de um ano. Proporcionando, assim, uma brecha maior de tempo para organização das despesas e inclusão da parcela da formatura no orçamento dos alunos.

Além disso, lembre-se de incluir os formandos em todo o processo de organização do carnê de formatura. Consulte as turmas sobre a quantidade de parcelas ideal e também sobre as melhores datas de vencimento dos títulos.

2.  Reúna os dados de cada um dos formandos

Para fazer um carnê de formatura, será necessário ter em mãos dados e informações de cada um dos formandos.

É que cada boleto gerado deve conter nome completo, CPF/CNPJ e endereço do pagador do título bancário (sacado), além da empresa que receberá os pagamentos (beneficiário ou sacador avalista).

Desse modo, os boletos que compõem o carnê serão registrados e, portanto, válidos. Protegendo sua empresa - escola, universidade ou instituição de eventos - e, do mesmo modo, os formandos.

Outro benefício, é que os dados anexados na plataforma de emissão são informados apenas uma vez, sendo responsabilidade do sistema contratado repetir as informações quantas vezes forem necessárias.

3.  Contrate um sistema de cobranças

O próximo passo é contratar uma empresa responsável pela emissão do carnê. Essa empresa pode ser um banco tradicional ou, ainda, um intermediador de pagamentos. Essa etapa é importante para garantir a segurança dos títulos, bem como para possibilitar sua emissão.

Vale lembrar que uma plataforma, como a Cobre Fácil, além de emitir os boletos do carnê é um sistema de cobranças completo, que permite o encaminhamento dos boletos automaticamente, conforme o dia do mês estipulados.

Aliás, lembretes automáticos de pagamento também são enviados, antes, durante e depois da data de vencimento e, logo depois que os boletos do carnê forem encaminhados, é possível acompanhar o status de cada um deles, correlacionando-os ao formando em questão.

No entanto, fique à vontade para comparar serviços e tarifas - contratando a empresa que melhor se adaptar ao seu propósito: realizar o sonho de seus alunos ou clientes. Depois disso, basta emitir o documento e aproveitar os benefícios dessa forma de pagamento.

Modelo de carnê de formatura

Para visualizar como essa modalidade de cobrança funciona, e como as informações recolhidas são distribuídas no documento, confira um modelo de carnê da Cobre Fácil.

O que você achou do post?

0 Respostas

Deixe seu comentário