Como fazer uma gestão de recorrência eficiente?

Uma gestão de recorrência deve estar ancorada em indicadores, em um plano de ação e em soluções tecnológicas. Neste artigo, você aprende a fazer uma gestão de assinatura recorrente baseada nestes princípios.

Gestão de recorrência

Assim como qualquer outro tipo de sistema de cobrança, a recorrência programada deve ser gerida e controlada. A melhor forma de fazê-lo é mensurar o desempenho da sua gestão atual de assinatura recorrente, controlar os clientes inadimplentes e contar com o auxílio de um software inteligente.

A cobrança recorrente deve ser acompanhada de perto e seu desempenho analisado. Essa análise deve ser baseada em indicadores, ou seja, em números reais que demonstram os resultados desse tipo de cobrança.

A gestão de recorrência deve ser feita por um grupo de pessoas que se comprometa em aperfeiçoar o controle dessas operações e instituir uma gestão financeira eficiente.

Neste artigo, você relembra o que é uma gestão de assinatura recorrente, conhece sua importância e aprende como fazer uma gestão de recorrência de qualidade e que gere resultados.

O que é uma assinatura recorrente?

Um plano de assinatura recorrente é um modelo de pagamento e cobrança, em que um produto ou serviço é adquirido novamente dentro de um prazo estipulado entre os envolvidos, geralmente dentro de uma data mensal acordada no momento da primeira compra.

Com esse sistema de recorrência programada, enquanto o consumidor estiver contratando o produto ou serviço, ele não precisará se preocupar em renovar o contrato todos os meses, pois a compra é programada e efetuada automaticamente durante o período de tempo que ele permitir.

Os produtos de recorrência mais comuns e cases de sucesso mais relevantes são as plataformas de streaming, como a Netflix e a Amazon Prime. Esses serviços são tendências do que se chama clube de assinatura.

É possível que você, leitor, possua alguma assinatura que funcione nestes termos, certo? Pensar nesse tipo de contratação de serviço pode ajudar você na compreensão da recorrência programada.

Qual é a importância de fazer uma gestão de assinatura recorrente?

A assinatura recorrente ou a recorrência programada chegou para descomplicar a forma de consumir produtos e contratar serviços. Logo, os benefícios da implementação da cobrança recorrente são muitos, como maior capitalização de clientes, praticidade de gestão e comodidade aos consumidores.

Embora seus benefícios sejam inegáveis, um sistema como esse que não é controlado e gerido a partir de boas práticas de gestão, pode se encontrar estagnado, impotente e sem resultados eficientes.

Em outras palavras, a recorrência apenas atinge todo o seu potencial se tiver, do mesmo modo, um controle contínuo.

Além disso, gerí-la é uma maneira inteligente de aperfeiçoar o setor financeiro e melhorar o controle das operações, bem como otimizar tempo e custos.

Como fazer uma gestão de recorrência eficiente?

Ebook conquistando a inadimplência zero

eBook enviado com sucesso!

Acesse seu e-mail para ler o eBook e fazer seus clientes pagarem em dia.

Utilize métricas para mensurar como anda o sistema de recorrência

O primeiro passo para fazer uma boa gestão é estabelecer métricas ou indicadores para mensurar como anda o seu sistema de recorrência.

A partir deles, o processo de tomada de decisões é facilitado. Afinal de contas, será possível ter em mãos os dados exatos e reais sobre a performance do serviço de recorrência em determinado período.

Além de fazer uso dos indicadores para descobrir o estado atual do seu sistema de recorrência, essas métricas devem ser utilizadas periodicamente para manter estas e outras informações atualizadas, ok?

Fique de olho nos contratos inadimplentes

Qualquer gestão de cobrança adotada deve buscar manter o índice de inadimplência baixo e isso não é diferente com a recorrência programada.

Mesmo sendo mais difícil possuir um número significativo de clientes inadimplentes quando se utiliza um sistema de cobrança recorrente, a inadimplência acontece.

Desse modo, contar com uma rede de apoio, um plano de ação e recursos tecnológicos pode ser uma saída para reduzir o índice de inadimplência do seu negócio.

Faça uso de um software inteligente

Não há como ter uma gestão de recorrência eficaz sem contar com o suporte de um software de cobrança que seja um aliado durante todo o processo e forneça dados úteis para tomada de decisões.

A Cobre Fácil é o software que entende as necessidades da sua empresa e a importância da experiência do seu consumidor. Por isso, assim como mencionado no passo de número 1, apresenta indicadores inteligentes que mostram a performance e evolução do seu negócio, através de taxas de vendas e inadimplência.

5 indicadores mais utilizados na gestão de recorrência

Para ajudar na boa gestão das suas vendas por recorrência, a análise de resultados dos indicadores financeiros, de maneira constante. Eles são bons referenciais para a boa tomada de decisões.

1.  Custo de Aquisição por Cliente - CAC

O custo de Aquisição por Cliente (CAC) serve para mostrar se a sua abordagem de capitalização está funcionando e dando resultados ou, se o melhor a se fazer é recuar, revisar suas estratégias e traçar uma nova abordagem de aquisição e retenção de clientes.

Para mensurar esse indicador, será necessário somar os custos obtidos para conquistar novos clientes e, em seguida, dividir o valor encontrado pelo número de contratos fechados durante esse determinado período.

Com esse resultado em mãos, você possui uma ideia de como as coisas estão indo dentro do seu negócio.

2.  Taxa de Cancelamento - Churn Rate

É normal que haja cancelamentos, que a cobrança recorrente seja cancelada e o contrato seja desfeito. No entanto, no caso de uma empresa buscando crescimento, há de se ter cuidado com a taxa de desistência e cancelamento.

Afinal de contas, se ela subir muito e de repente ou, ainda, ir crescendo consideravelmente mês após mês, ao invés de fazer o caminho inverso, algo de muito errado está acontecendo.

3.  Tempo de Vida do Cliente - Customer Lifetime

Assim como a taxa de cancelamento, saber qual é o tempo de vida médio do seu cliente dentro da sua empresa também pode te ajudar a construir uma gestão de recorrência eficiente.

Essa é uma pergunta que deve ser respondida levando em consideração o tempo médio em que o seu cliente permanece na sua empresa, consumindo o seu produto.

A resposta para essa pergunta servirá para medir quanto tempo o seu negócio retém a sua clientela e o que se pode fazer para melhorar essa média encontrada.

Pense assim: a recorrência programada serve justamente para estimular essa “estadia”. Mas, lembre-se: não existe mágica e contar com a sorte não é sinônimo de profissionalismo.

4.  Receita Recorrente Mensal - MRR

Para descobrir a receita recorrente mensal da sua empresa, basta dividir o valor total das assinaturas recorrentes pelo número de meses contratados.

Esse indicador é importante, pois é através do resultado encontrado nesse cálculo que se torna possível investir em melhorias e estratégias para o aumento dessa receita.

5.  Ticket Médio

O ticket médio nada mais é do que o valor médio de vendas por cliente. Para possuir a média individual de cada consumidor, será necessário dividir o valor do faturamento total pelo número de vendas do período em análise.

Ter esse indicador como aliado é importante para visualizar a performance da empresa frente aos consumidores, podendo, através destes dados levantados, criar estratégias para aumentar o ticket médio do negócio (descontos, promoções, vendas casadas, etc).

Ufa! Agora sim você está preparado para fazer uma gestão de recorrência eficiente. Basta ficar de olho nos pontos levantados e manter uma rotina de supervisão e controle assídua, ok?

O que você achou do post?

0 Respostas

Deixe seu comentário