10 ideias de modelo de negócio com venda recorrente

Saber o que vender em um modelo de negócios de produtos de recorrência não precisa ser um desafio. Listamos 10 tipos de produtos que podem ser comercializados por venda recorrente e que vão garantir que você sempre tenha dinheiro em caixa.

Produtos de recorrência

Vender produtos de recorrência é a mais nova tendência tanto para quem procura um plano B para manter o negócio de portas abertas em tempos de crise quanto para quem quer inovar e entrar no mundo dos planos de assinatura, por exemplo.

São vários os cases de sucesso que apostaram nesse modelo de negócios, já que ele apresenta vantagens também aos clientes: como o pagamento recorrente por cartão de crédito e o registro de recorrência programada para que ele não se preocupe em ficar renovando o plano contratado.

Se você já percebeu que uma das melhores ideias para se garantir uma renda extra todos os meses é apostar em produtos de recorrência, mas ainda não sabe o que um negócio pode vender para entrar nessa tendência, separamos 10 modelos de negócios de sucesso que podem inspirar a entrar no mundo dos produtos com vendas recorrentes.

Além disso, fizemos um resumão para que você possa lembrar de tudo o que envolve um sistema como esse, para você se tornar um expert no assunto e investir com propriedade nessa ideia.

O que é venda recorrente

Esse sistema pode ser adotado quando determinado produto é oferecido mensalmente ou periodicamente ao cliente, que, por sua vez, paga recorrentemente por esse produto.

Imagine, por exemplo, que o cliente X precisa comprar 2 litros de solução de cloro para piscina todos os meses, mas o valor do produto em uma loja especializada será muito superior do que se o cliente assinar um plano de uma empresa que ofereça a venda periódica deste produto.

Dessa forma, vale mais a pena para o cliente X contratar o plano da empresa que oferece o essa modalidade de venda por meio de “planos”. Imagine que, contratando o plano anual de tratamento de piscina, o cliente receba um desconto de mais de 20% no produto todos os meses?

É vantagem para o fornecedor e para quem compra. Quem vende tem a garantia de dinheiro entrando em caixa todos os meses pelo período contratado, enquanto quem compra tem a garantia de receber um produto de qualidade pagando menos, muitas vezes sem se preocupar até mesmo com o pagamento, que pode ser registrado por meio de cartão de crédito.

Como controlar a venda por crédito recorrente

A própria operadora do cartão se encarrega de debitar o valor da compra por crédito recorrente do cartão do cliente, mas com uma grande vantagem: a quantia a ser debitada do cliente não interfere no limite do cartão de crédito.

Isso porque os pagamentos recorrentes, de modo geral, o valor da compra feita é acrescentado à fatura do cartão do comprador como uma cobrança automática, sem afetar o limite disponível no cartão.

No entanto, o cliente deve ter o valor em conta no dia programado para o débito.

Como criar pagamento recorrente para vendas

O melhor a se fazer é contar com um sistema de gestão financeira que controle e faça a gestão e lançamento dos pagamentos recorrentes para você. Afinal, com as vendas automatizadas, você não precisa se preocupar em fazer cobranças.

Além do mais, também não é preciso lembrar seus clientes de efetuar o pagamento antes do vencimento da cobrança. Pelo menos não quando o sistema faz isso por você.

A Cobre Fácil oferece ao empreendedor uma plataforma de cobranças que permite emitir boletos, registrar pagamentos recorrentes, fazer o controle de inadimplência e enviar alertas aos clientes próximo à data de vencimento das cobranças, entre outras funcionalidades.

E o melhor de tudo é que você pode começar usando a versão gratuita, que conta com muitos dos recursos mencionados para ajudar o seu negócio a crescer.

Ebook conquistando a inadimplência zero

eBook enviado com sucesso!

Acesse seu e-mail para ler o eBook e fazer seus clientes pagarem em dia.

Como criar modelo de venda recorrente para produtos

Criar um modelo de venda recorrente para produtos exige que você defina alguns passos para que o sistema dê certo, por exemplo: escolher o produto a ser vendido, definir uma estratégia de vendas ou marketing para divulgação, conquistar e fidelizar clientes.

O último item, na verdade, é o mais fácil, pois, quando um cliente contrata sua empresa nesse modelo, o pagamento acontecerá por um período predeterminado entre as partes: 3 meses, 6 meses ou 1 ano, por exemplo.

Uma vez que você conquiste o cliente, que pagará pelo plano ou mensalidade do seu produto, você garante a fidelidade dele por esse período de tempo.

A grande dúvida que fica no fim das contas é: que tipo de produto é possível vender em um modelo de venda recorrente para fidelizar clientes?

10 ideias de produtos com vendas recorrentes

1.  Vinhos

Vendas recorrentes vinhos

Um produto que tem ganhado cada vez mais adeptos é o vinho. A Associação Brasileira de Sommeliers do Rio Grande do Sul divulgou que, no segundo trimestre de 2020, o consumo de vinhos no Brasil teve um aumento de 72%. Bastante, né?

Um produto como esse, que tem ganhado cada vez mais a atenção dos consumidores, pode ser uma boa aposta em um modelo de negócios de produtos de recorrência.

2.  Produtos coloniais

Venda recorrente produtos coloniais

Oferecer aos seus clientes cestas ou até mesmo produtos que eles não encontrariam com facilidade na prateleira de um supermercado pode ser uma boa aposta. Afinal, muitos desses produtos lembram a infância ou a cultura familiar.

Produtos como salames, queijos, geleias, compotas, pães e bolos servem tanto como acompanhamento em um jantar quanto como prato principal em um café da tarde incrível para os seus clientes.

3.  Café

Venda recorrente cafe

O café é a segunda bebida mais consumida no mundo, perdendo apenas para a água. Apostar na venda de um produto tão popular pode ser bem lucrativo quando você tem a seleção certa a oferecer.

Segundo a Associação Brasileira de Cafés Especiais, de 2012 a 2018, o consumo de café no país teve alta de 21% ao ano. Mas não pense que isso se deve apenas ao tradicional café preto ou “pingado”: os cafés gourmet têm ganhado também cada vez mais espaço no cenário nacional.

Portanto, que tal criar uma seleção de cafés saborizados ou blends que sejam produtos atraentes aos amantes de café por aí e oferecer planos de venda recorrente deste produto?

4.  Maquiagem e cosméticos

Venda recorrente maquiagem

Febre entre influencers, as caixas de cosméticos e maquiagens por assinatura têm se tornado cada vez mais populares. Os desafios de maquiagem estão por todas as redes sociais, assim como as pessoas que estão querendo, cada vez mais, ter cuidados com a pele.

Esse modelo de negócio pode funcionar tanto com o envio de kits ou dos produtos isolados e uma ideia é montar diferentes planos e variar os produtos de acordo com os preços.

5.  Chocolates

Venda recorrente chocolate

Quem não gosta de chocolate, não é mesmo? Mesmo quem tem algum tipo de alergia ou intolerância ao doce pode se alegrar com essa novidade, especialmente se a entrega for feita sem os alérgenos.

Existem vários tipos de chocolate que podem conquistar os clientes: branco, com nozes ou castanhas, mesclado, com frutas, sem lactose e até mesmo saborizados.

Criar uma espécie de clube de assinaturas de chocolate pode ser uma ideia inovadora de negócio de venda recorrente. Que tal estudar a fundo essa possibilidade?

6.  Produtos para animais de estimação

Venda recorrente produtos animais

Quem não gostaria de mimar o animalzinho de estimação que tem em casa, não é mesmo? Oferecer opções de brinquedos, petiscos e acessórios para animais de estimação como produto de recorrência pode ser um sucesso!

É possível criar, nesse modelo de negócio, planos que envolvam itens para diferentes animais de estimação: um plano para gatos, outro para pássaros e com certeza não podemos esquecer dos cachorrinhos! Essa é uma ótima ideia para quem tem um pet shop e quer aumentar as vendas, por exemplo.

7.  Cerveja

Venda recorrente cerveja

Quando o fim de semana chega, muita gente gosta de curtir uma cervejinha, não é mesmo? E, para quem está cansado das opções tradicionais oferecidas no supermercado, um plano de assinatura de cervejas pode ser uma ideia interessante!

Oferecer cervejas artesanais ou de outros lugares do mundo pode trazer um diferencial ao seu modelo de negócios que outros revendedores de bebidas não oferecem.

8.  Produtos orgânicos

Venda recorrente produtos orgânicos

Cada vez mais pessoas têm procurado uma alimentação equilibrada e isso envolve consumir produtos orgânicos sem agrotóxicos e de pequenos produtores. E se você transformar a horta da sua casa em um negócio de vendas recorrentes de produtos orgânicos?

A ideia é que os clientes paguem por caixas sortidas ou até mesmo personalizadas, escolhendo o que querem receber periodicamente em casa: tempero verde, alface, cenoura, rúcula, entre outras verduras e legumes que são opções neste modelo de negócio.

9.  Revistas e histórias em quadrinhos

Venda recorrente revistas quadrinhos

Olá, mundo geek! O público que consome revistas e histórias em quadrinhos é cada vez maior e não é à toa que alguns dos maiores sucessos do cinema são as histórias de super-heróis. Então por que não lucrar com isso?

É possível revender kits ou as edições sortidas de determinadas histórias, além de oferecer pacotes-surpresa, em que o cliente assina para ser surpreendido com a edição que vai receber. Essa é uma boa pedida para quem quer conhecer novas histórias.

10.  Refeições

Venda recorrente refeições

Quem trabalha fora sabe a correria que é a hora do almoço: se deslocar a um restaurante pode levar tempo demais e que poderia ser usado para descanso, enquanto fazer comida em casa é trabalhoso. E você pode ser a pessoa que vai oferecer uma solução a esse tipo de público que está sempre na correria mas não abre mão de uma boa refeição no intervalo do trabalho.

A vantagem de oferecer refeições como produto de recorrência é que a periodicidade pode ser diária: o cliente pode pagar semanalmente por um combo de refeições diárias, o que faria com que você contasse com o dinheiro entrando em caixa toda semana.

Mas lembre-se: mexer com preparação de alimentos exige que você siga todas as normas estabelecidas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária - ANVISA - tanto para o preparo quanto para a comercialização.

De produtos de varejo à alimentos, as ideias são várias, e você pode adaptar planos e períodos para distribuição dos produtos. O importante é que você possa apresentar um bom modelo de negócio, que satisfaça o seu cliente e ainda permita que você tenha um bom - e duradouro - retorno financeiro.

O que você achou do post?

1 Resposta

Deixe seu comentário