O que é e por que usar uma API de pagamento?

Conheça o que é uma API de pagamento, porque adotar uma na sua empresa e exemplos de como o uso otimiza a gestão empresa.

O que e api de pagamento

Você viu aqui no Blog da Cobre Fácil que lançamos a nossa API de pagamentos para que pequenos e médios negócios se tornem mais ágeis, profissionais e eficientes. Mas se ficou com dúvidas sobre o que é API de pagamento, para que serve ou por que deveria usar uma no seu negócio, esse conteúdo é para você!

O quê você vai ler neste artigo:
• O que é API?
• O que é uma API de pagamento?
• Por que usar uma API de pagamento?
• Para que serve e exemplos de uso de uma API de pagamento.
• Como utilizar uma API de pagamento?

Primeiro: o que é API?

Uma API (Application Programming Interface, em tradução livre: “Interface de Programação de Aplicações”) é uma parte do código de qualquer sistema de computação que o torna integrável a quaisquer outros sistemas ou softwares. Sim, mesmo antes da internet.

Por exemplo: quando você utiliza o Adobe Photoshop™ no seu computador, saiba que ele tem uma API de integração com o Windows™. É como uma chave de tradução que coloca os dois sistemas para trocarem informações, caso contrário você não poderia utilizá-lo.

A função da API, entre outras trocas neste caso, será fazer a entrega do arquivo que você salvou no Photoshop na pasta Meus Documentos do Windows.

E com a internet não é diferente. Veja o caso clássico do Google Maps™. Ele oferece sua API de integração abertamente para qualquer desenvolvedor que queira inserir, em um site, o mapa com a localização do seu negócio.

Agora sim: o que é API de pagamentos?

Da mesma forma, API de pagamentos é uma parte do código de um sistema de pagamentos que o torna compatível com outros sistemas que você utilize para a gestão da sua empresa. Assim, eles podem trocar informações.

Portanto, com uma API de pagamentos você poderá integrar seu sistema de pagamentos a um sistema de gestão empresarial ERP (Enterprise Resource Planning ou Planejamento dos Recursos da Empresa em português), a um sistema de Gestão de Relacionamento com o Cliente CRM (Customer Relationship Management), ou a uma loja online (e-commerce), entre outras possibilidades, conforme a necessidade e o perfil da sua empresa.

E por que usar uma API de pagamento?

Transformação digital é a palavra-chave para essa resposta. E, sim, ela é para o seu negócio.

A essência da transformação digital é otimizar processos repetitivos para que as pessoas, que são o principal ativo de uma empresa, tenham mais tempo para criar novas soluções para seus clientes e gerarem mais venda e lucro para o negócio.

A otimização dos processos reflete em um atendimento mais ágil e, consequentemente, melhora a experiência do usuário com o seu produto ou serviço.

E é nesse contexto que uma API de pagamentos deve ser considerada. Uma vez implementada corretamente no ecossistema de gerenciamento da sua empresa, toda a cadeia de pessoas que necessitam da informação dos pagamentos para executarem suas funções, as terão de forma automatizada. É ainda mais imprescindível se você for a única pessoa nessa tarefa.

Como uma chave de tradução entre sistemas, uma API de pagamentos pode ser a tradução entre áreas que o empresário precisa para agilizar as tomadas de decisão diárias, como veremos a seguir.

Exemplos de para que serve uma API de pagamentos

Exemplo 1: integração com sistemas ERP

Imagine que uma empresa que venda produtos do setor alimentício já tenha em sua operação um ERP, para controle do estoque atual, compra de novo lote e ainda controle de custos e prazos de entrega.

Ele já está gerenciando todo o custo operacional na plataforma ERP, porém precisa abrir outro sistema em paralelo para consultar seu saldo financeiro e sua previsão de faturamento no mês, a fim de equilibrar as contas.

Com seu ERP integrado à plataforma de pagamentos, via API, ele terá todas essas informações em um único sistema de gerenciamento.

Exemplo 2: integração com sistemas CRM

Outro exemplo: quando uma empresa já trabalha com um sistema CRM para gestão de sua carteira de clientes, opera através dela para criação de orçamentos e pedidos.

Agora, quando saber se o cliente efetuou o pagamento para dar baixa no pedido dentro do CRM? Com a integração via API de pagamentos, quando o cliente efetuar o pagamento, este será conciliado automaticamente na plataforma CRM, liberando o tempo do vendedor para se dedicar mais às vendas e menos às etapas administrativas.

Como utilizar uma API de pagamentos?

Para que a integração e troca de informações entre sistemas seja transparente para as duas pontas, uma API necessariamente precisa ser implementada por um desenvolvedor de software, carinhosamente conhecido como DEV.

O DEV possuirá a formação necessária para entender o código de ambos os sistemas e colocá-los para conversar com todos os requisitos necessários às partes.

Todo o trabalho de integração será feito a nível de código e, depois de pronto, o sistema de gestão integrado começará a receber as informações registradas na plataforma de pagamentos automaticamente.

Porém, para esse processo de transformação digital obter bons resultados, não basta somente contratar a ferramenta e o desenvolvedor. É preciso ter um planejamento claro de onde e como você precisa receber os dados de pagamentos no seu sistema de gestão financeira.

Retomando o exemplo do sistema de pagamento integrado ao sistema de CRM, será preciso preparar neste um campo “Pagamento do Pedido Efetuado: sim ou não” dentro do módulo de pedidos e não de cotações, por exemplo. Assim, quando um pagamento for registrado na plataforma, a API comunicará o pagamento ao CRM, que então trocará para SIM o status do campo criado.

Mas se o seu perfil de cliente pode efetivar a compra ainda no status de cotação do seu CRM, você também precisará prever o campo “Pagamento do Pedido Efetuado: sim ou não” no módulo cotação. Caso contrário, seu CRM receberá um pagamento sem local para registro e a informação de que o cliente fechou ou não o negócio ficará perdida.

Esse planejamento gerencial o DEV não poderá fazer para você.

Conheça a API de pagamentos da Cobre Fácil

Evoluindo a sua já conhecida plataforma de pagamentos recorrentes, a Cobre Fácil lançou nesse ano a primeira versão da sua API de pagamentos.

Fácil e intuitiva, ela foi desenvolvida de DEV para DEV, dando todo o suporte necessário para que o desenvolvedor possa realizar as integrações com os sistemas de gestão da sua empresa com muita facilidade e, assim, entregar ao empresário mais uma poderosa ferramenta para fazer o seu negócio crescer, com uma eficiente gestão financeira.

O que você achou do post?

0 Respostas

Deixe seu comentário