Como funcionam as vendas online e por que investir

Levar o seu negócio para o ambiente online é uma necessidade dos novos tempos. Ter um e-commerce bem estruturado vai ajudar você a ampliar seus negócios.

Como funcionam vendas online

Ainda que muitos empresários sejam resistentes a entrar na era do comércio eletrônico, o e-commerce, a pandemia do coronavírus acelerou o processo. Quem não tinha um canal de vendas pela internet correu para oferecer os seus produtos pela rede mundial de computadores.

Enquanto isso, do outro lado, quem não estava habituado a comprar à distância, também passou a usar o serviço pela primeira vez.

Mesmo antes das vendas de Natal, os números mostram que o setor de vendas online teve um crescimento de 70% em 2020. Até novembro, foram mais de 270 milhões de pedidos nas milhares de lojas brasileiras. Ou seja, o equivalente a mais de uma venda por brasileiro. Isso porque empreendedores investem em ideias de como vender mais pelas redes sociais.

Projeções feitas pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), com base em dados das vendas online com nota fiscal computadas pela Receita Federal, mostram que a fatia das vendas do e-commerce subiu para 4,1%, em 2019, e deve ter atingido 6% no ano passado, com uma receita de R$ 134,9 bilhões.

Dados da ABComm (Associação Brasileira de Comércio Eletrônico) mostram que o número de lojas que abriram por mês durante a pandemia teve um incremento de 400%.

Se até meados de março esse número era de cerca de 10 mil novas empresas ao mês, o número saltou para 50 mil, após o início do isolamento social. Os setores que estão em alta são:

  • moda;
  • alimentos; e
  • serviços.

Por causa do aumento no número de lojas, é importante ter destaque no meio digital, o que pode ser feito ao investir na criação de um site para sua marca. Na verdade, esta etapa é fundamental.

Outra tendência que tem crescido e que pode ser uma ótima opção para quem está começando agora é o dropshipping, uma modalidade em que o proprietário não precisa manter um estoque e correr esse risco.

Com esse cenário, que projeta uma mudança no comportamento do consumidor para o futuro, já que muita gente que chegou agora a esse mercado demonstra intenção de continuar comprando por meio do e-commerce, ainda que parcialmente, é preciso que essa categoria de venda entre no radar da sua empresa. Se é que isso já não aconteceu!

Vantagens de um e-commerce

Confira as vantagens que você conquista para o seu negócio, seja ele novo no segmento ou já atuante no cenário digital.

1.  Ampliar horizontes

Se você tem uma loja física, criar um e-commerce vai ajudar você a ampliar os seus horizontes. Se antes você atendia apenas um bairro ou região da cidade, com as vendas eletrônicas os seus produtos poderão chegar a diversas partes do país e até mesmo no exterior.

Mas para que tudo dê certo é preciso que você faça uma boa estruturação do seu negócio, que passa por ter um estoque suficiente para atender a nova demanda e uma logística eficiente. As entregas precisam ser feitas dentro de um prazo razoável, já que a compra eletrônica costuma gerar bastante expectativa no consumidor.

2.  Loja aberta 24 horas

O comércio eletrônico tem vantagem de manter a sua loja aberta 24 horas, sete dias por semana. Isso não é pouco: pesquisas mostram que boa parte das compras são feitas à noite, depois do expediente de trabalho.

Lembre-se que o atendimento tem de ser condizente. Nas primeiras horas do dia é preciso responder todas as dúvidas ou questões colocadas pelos clientes que madrugam nas redes. O atendimento às demandas tem de ser sempre o mais rápido possível, o que cria confiança maior por parte do comprador.

3.  Facilidade de anunciar

O e-commerce também trouxe aos comerciantes a facilidade de criar campanhas de vendas sem o intermédio de uma agência, por exemplo. Hoje há uma infinidade de produtos que ajudam a expor os seus produtos na rede, por um preço acessível. Os próprios programas têm sistemas de análises de dados que vão ajudar a controlar o desempenho das suas ofertas.

4.  Integração

Ter um e-commerce também possibilita que você dê oportunidades para que os seus clientes acessem outros canais da empresa, como um site, um blog ou as redes sociais.

Uma vez atualizados com conteúdo de qualidade, isso ajuda a fidelizar o cliente, além de manter um contato mais próximo com ele. Uma estrutura bem feita nesse sentido ajuda não só a dar uma visibilidade maior para os seus produtos e serviços como aumentar a credibilidade do seu negócio. Para isso é importante criar um site de sucesso para sua empresa.

5.  Estrutura

Ao contrário de uma loja física, a estrutura de uma loja virtual é mais enxuta e muitas vezes pode ser tocada de casa. Isso gera menores custos, excluindo a necessidade de se alugar um imóvel dedicado exclusivamente ao negócio, além de menores despesas com equipe e despesas fixas de um comércio tradicional.

O investimento inicial é menor, se comparado às lojas comuns, e pode ser incrementado à medida que o negócio for crescendo.

Agora que você tem uma ideia melhor do que é e-commerce e para que serve, lembre-se que antes de colocar sua loja virtual no ar, é preciso um bom planejamento. Ter toda a comunicação estruturada para que o cliente tenha a melhor experiência possível é o caminho mais curto para vendas de sucesso.

Esse conteúdo foi produzido em parceria com a Terra Empresas.

O que você achou do post?

0 Respostas

Deixe seu comentário