Gerador de Boleto Bancário: soluções de pagamento para MEI

Quem é MEI pode e deve usar um programa gerador de boleto bancário para realizar cobranças. Tire suas dúvidas sobre como funciona esta solução de pagamento.

Gerador boleto bancário

Quando se tem uma empresa, seja você um grande empresário ou um MEI, o foco está sempre em atender as expectativas dos clientes, desde a qualidade do produto, até as soluções de pagamentos.

Com o avanço da tecnologia, a quantidade de pagamentos eletrônicos só cresce e ganha destaque.

E, com isso, os boletos bancários continuam sendo a preferência da clientela quando o assunto é a forma de pagamento a ser escolhida.

Porém, algumas dúvidas podem surgir, por exemplo: você sabia que qualquer pessoa pode emitir boletos, seja física ou jurídica? Inclusive sendo MEI e é por isso que eles são uma ótima solução de pagamento, tanto para o microempreendedor quanto para o cliente.

Neste texto você entenderá sobre:
• Boleto Bancário: como emitir?
• Por que usar um gerador de boleto bancário?
• Emitir boletos bancários sendo MEI
• Por que boletos bancários são boas soluções de pagamento?
• Vale a pena trabalhar com boletos bancários sendo MEI?

1.  Boleto Bancário: como emitir?

Você pode escolher duas formas para emissão: uma via banco e a outra, mais utilizada recentemente, através de um programa gerador de boletos bancários. Aliás, esses softwares também auxiliam em outras funções administrativas e são ótimas escolhas, justamente por isso.

Se você optar por emitir boletos através de um banco, precisará criar uma conta num banco físico, requisitar a assinatura de um convênio para emissão de boletos e ainda pagará por taxas de emissão, entre outras taxas possíveis de serem cobradas, como a de cancelamento ou a de alteração da data de vencimento.

Mas, se você optar por escolher os programas para emissão de boletos bancários online, sua primeira tarefa será escolher um sistema que auxilie com segurança e cujas taxas para efetuar os serviços sejam as menores possíveis.

2.  Por que usar um gerador de boleto bancário online?

Existem algumas vantagens para se usar um programa online, ao invés de emitir boletos diretamente pelos bancos convencionais.

Para um MEI, principalmente, é mais aconselhável utilizar um programa que faça todo o trabalho de gerador, pelo simples fato de que as taxas para esses serviços são menores em relação aos bancos convencionais.

A Cobre Fácil é um exemplo de ferramenta que auxilia com a emissão de boletos bancários para clientes, além de oferecer emissão de carnês e gerar mensalidades, feitos com segurança e - o melhor - com economia.

Isto porque, ao utilizar o sistema de cobrança da Cobre Fácil, você só paga a taxa do boleto depois que o seu cliente efetuou o pagamento para você. Assim como também é possível cancelar e alterar informações, tudo sem pagar taxas extras por isso.

Sendo assim, emitir boletos através desses programas é a melhor solução de pagamentos encontrada hoje em dia, no mercado.

3.  Emitir boletos bancários sendo MEI

Como relatamos anteriormente, é possível emitir boleto sendo MEI e o processo para se gerar o título é o mesmo (seja a sua uma empresa com CNPJ ou mesmo pessoa física e MEI).

O cedente (quem emite o boleto, e, neste caso o MEI) deve preencher todos os campos correspondentes, pois esta é uma regra da FEBRABAN (Federação Brasileira de Bancos).

Nos campos obrigatórios, devem constar as informações necessárias para que o sacado (no caso, o seu cliente) possa efetuar o pagamento sem nenhuma dificuldade.

Os campos devem ser preenchidos com as seguintes informações:

  • nome completo do cedente (no caso, o MEI);
  • nome completo do sacado (quem deve efetuar o pagamento);
  • data de emissão do documento;
  • data de vencimento;
  • multas/juros (quando houver);
  • descontos ou acréscimos (quando houver);
  • código de barras; e
  • linha digitável.

Escolhendo utilizar os boletos bancários como formas de pagamento para o seu cliente, você estará expandindo as vendas para que todas as pessoas que não possuem contas bancárias nem usem cartões de crédito possam adquirir o seu produto/serviço.

4.  Por que boletos bancários são boas soluções de pagamentos?

Após escolher fornecer este método de pagamento para seus clientes, você precisa entender que existem várias formas de emitir o boleto - e é por isso que ele é tão completa essa solução.

E pode ficar ainda melhor, caso você escolha corretamente qual programa gerador de boletos usar. Existem três formas de emissão para serem utilizadas:

Boleto simples ou avulso

Quando você emite um boleto único, para que seja cobrado apenas um produto/serviço, não importa o valor estipulado da cobrança.

Assinatura

Já nesta outra forma de emissão, é possível disponibilizar de forma automática os boletos com o vencimento para o mesmo dia e com o mesmo valor fixo, sem a necessidade de manutenção todo mês.

Ou seja, você cadastra o documento uma única vez e, durante o tempo estipulado, o boleto será impresso mensalmente, trimestralmente ou semestralmente, com a mesma data, por exemplo todo dia 15 e com o mesmo valor. Geralmente, são utilizados por um período curto de tempo.

Carnês

Por último, os carnês são formas de pagamento mensal e um MEI pode emitir todas as cobranças do ano inteiro, em uma única vez, com parcelas estipuladas de um mesmo valor e vencimentos mensais.

Geralmente, esta opção é utilizada para parcelamentos, quando divide-se um valor total em prestações mensais.

5.  Vale a pena trabalhar com boletos bancários sendo MEI?

A resposta é sim! Vale muito a pena para o microempreendedor individual utilizar o boleto bancário como solução de pagamento nos seus negócios.

Isto porque será possível controlar melhor o fluxo de caixa, além de conseguir acompanhar o pagamento de cada cliente, de forma individual e bem detalhada.

Podendo acrescentar multas, juros ou outros acréscimos, se necessários, pelo descumprimento de algum acordo por parte do cliente. Além de enviar mensagens de cobrança automaticamente, lembrando o seu cliente do vencimento.

Atenção: lembre-se de que, não importa qual a forma de emissão será usada, se via banco convencional ou com algum programa gerador de boleto online: todos eles cobram algumas taxas para esse serviço, porém estas taxas não podem ser cobradas do seu cliente.

Justamente por isso, é importantíssimo buscar as menores taxas do mercado e a facilidade no pagamento - a gente já falou, por exemplo, que a Cobre Fácil só cobra por boleto pago.

Então, caso seu cliente não efetue o pagamento do que comprou com você, você não precisará pagar a taxa do boleto gerado.

Essa regra está estipulada no Código de Defesa do Consumidor e, caso seja comprovada a cobrança, a empresa que emitiu o documento pode ser multada.

Então, saiba que vale muito a pena você disponibilizar esta forma de pagamento, mas, ao mesmo tempo, siga com atenção todas as regras.

O que você achou do post?

0 Respostas

Deixe seu comentário