Profissional liberal: o que é e lista de profissões

No Brasil, profissionais liberais são regulamentados devido à regularização das formações, tornando esse modelo uma opção de trabalho muito frequente no País. Conheça mais sobre.

Profissional liberal

Um profissional liberal é caracterizado como um indivíduo que possui formação, seja ela graduação ou técnica, em uma área específica de conhecimento e pode ser registrada em um conselho de classe ou ordem, trabalhando como pessoa física, vínculo trabalhista ou pessoa jurídica.

Quando pensamos na rotina de um profissional como esse, rapidamente associamos aos benefícios de trabalhar com aquilo que se ama e ter a vantagem de fazer o seu próprio horário e ser seu próprio chefe.

Aos que desejam se tornar um trabalhador liberal, é importante conhecer como realmente funciona esse modelo de profissão, tributações, o que as legislações dizem sobre e quais profissões se encaixam no modelo.

Confira a seguir tudo que você precisa saber sobre o assunto!

O que é profissional liberal

É um trabalhador que possui uma formação técnica ou graduação específica regulamentada ou fiscalizada por um conselho de classe ou ordem, que são responsáveis por determinar as metodologias técnicas e éticas, como a OAB, CREA e o CRM.

Ele também deve estar devidamente registrado na classe ou ordem e contribuir com o sindicato.

Ainda, de acordo com o Artigo 1º, inciso II, do Estatuto da Confederação Nacional das Profissões Liberais podemos ler que:

[...] considera-se profissional liberal aquele legalmente habilitado a prestar serviços de natureza técnico-científica de cunho profissional com a liberdade de execução que lhe é assegurada pelos princípios normativos de sua profissão, independentemente do vínculo da prestação de serviço.

Como funciona a tributação de um profissional liberal

Tanto a tributação quanto a regulamentação de uma profissão liberal dependem da forma como o trabalhador exerce a sua profissão.

Confira as possibilidades.

Profissional liberal gestor de empresa

O profissional que deseja abrir uma empresa deve escolher um enquadramento tributário que varia de acordo com o tamanho e tipo do seu negócio.

Feito isso, as tributações variam de acordo com o regime de tributação escolhido.

Profissional liberal com vínculo empregatício

Para aqueles que possuem vínculo com alguma empresa através do regime CLT, o lançamento tributário é responsabilidade da instituição na qual o profissional trabalha e, anualmente, o empregador deve fornecer um informe com os rendimentos para que o contratado declare o seu Imposto de Renda como pessoa física.

Ebook conquistando a inadimplência zero

eBook enviado com sucesso!

Acesse seu e-mail para ler o eBook e fazer seus clientes pagarem em dia.

Profissional liberal sem vínculo empregatício

Quem se enquadra como profissional liberal pode trabalhar como pessoa física, ou seja, sem a necessidade de abrir uma empresa e adquirir um CNPJ. A tributação para esse modelo varia conforme quem receberá o serviço prestado: pessoas jurídicas ou físicas.

Quando o serviço é realizado para pessoas jurídicas, é necessário pedir para a empresa os informes dos rendimentos para declarar o Imposto de Renda, já que os tributos, nesse caso, são retidos na fonte.

Já no caso de prestação de serviço para pessoas físicas, o profissional liberal precisa utilizar o Carnê-Leão, um tipo de recolhimento mensal relativo ao pagamento de tributos do Imposto de Renda de uma pessoa física para uma pessoa também física. Aqui, também é necessário pagar INSS, PIS E ISS.

Vantagens de ser um profissional liberal

Entre as vantagens de ser um profissional liberal, podemos apontar como a principal o fato de poder trabalhar na área de formação de forma regulamentada, além de:

  • ter os direitos trabalhistas garantidos;
  • contar com a possibilidade de aumento de produtividade quando desejar um dinheiro extra; e
  • não precisar seguir hierarquia e horário de trabalho - quando o trabalhador não está sob regime CLT.

Desvantagens de ser um profissional liberal

É claro que, como toda profissão, também há algumas desvantagens. Entre elas, podemos citar:

  • a necessidade da aprovação de uma classe ou ordem reguladora para poder começar os trabalhos de forma legal;
  • não possuir uma renda fixa;
  • as chances de dificuldades financeiras diante de algum imprevisto relacionado à doença ou acidente, por conta de, muitas vezes, não trabalhar com carteira assinada; e
  • o cuidado de toda a parte administrativa e financeira de um negócio por conta própria.

Diferença entre autônomo e profissional liberal

Normalmente, por ambos trabalharem por conta própria, os profissionais autônomos e liberais são confundidos, porém, existem algumas características importantes que os diferenciam

Como dito acima, o profissional liberal possui algum tipo de formação e um vínculo com classes ou ordens que o registram.

Já um autônomo trabalha sem possuir uma formação necessariamente, ele pode, simplesmente, ser muito bom em alguma área e abrir seu próprio negócio.

Outra diferença importante é que o liberal pode ser contratado por outras empresas, diferentemente do autônomo, que pode prestar serviços, mas não ser contratado sob um regime e, geralmente, se torna um Microempreendedor Individual (MEI), formalizando o seu negócio.

Como fazer a gestão financeira sendo profissional liberal

Quando uma única pessoa precisa tomar conta dos atendimentos aos clientes, administração e contabilidade de um negócio, fica mais difícil possuir uma boa gestão, sobrando pouco tempo para a vida pessoal e sobrecarregando o dia a dia.

Para facilitar a rotina de trabalho, é recomendado utilizar um sistema de gestão financeira que auxilie com a automação dos processos.

Na Cobre Fácil, por exemplo, é possível criar cadastro de clientes para preenchimento automático de dados, gerar boletos, manter os registros e diagnósticos financeiros.

Esse serviço auxilia no controle financeiro e crescimento dos negócios, já que fica muito mais fácil saber como está o andamento dos pagamentos com uma plataforma que mostra quanto o trabalhador já recebeu, receberá futuramente e também as pendências, ajudando na redução de inadimplência e cobrança dos clientes.

Lista de profissionais liberais

Abaixo, trouxemos uma lista atualizada dos profissionais que podem ser liberais e usufruir de todos os benefícios desse formato de trabalho.

Prontinho!

Se a sua profissão se encaixa no modelo liberal de trabalho e a forma de atividade lhe interessou, já pode começar a procurar formas de legalizar o seu próprio negócio.

Lembre-se de contar com o conselho de classe ou ordem e um modelo de sistema de gestão que auxilie na administração financeira!

O que você achou do post?

1 Resposta

Deixe seu comentário