Lucratividade e rentabilidade: diferença e como calcular

A fórmula para calcular lucratividade e rentabilidade não é difícil. Mas você faz essa conta com qual frequência? Descubra por que é importante conhecer a fundo os dois principais indicadores financeiros do seu negócio.

Lucratividade e rentabilidade

Lucratividade e rentabilidade são coisas diferentes. A primeira tem relação com o quanto seu negócio ganhou a partir das vendas de seus produtos ou serviços e a segunda diz respeito ao retorno obtido com esse negócio a partir de algum investimento.

Tanto lucratividade quanto rentabilidade são considerados indicadores-chave de desempenho de uma empresa. São eles que sinalizam se o seu negócio está indo bem de fato ou se precisa da sua atenção! 

Por isso, compreender a diferença entre os dois conceitos e saber como calcular cada um deles é fundamental para empreendedores e gestores.

Até porque a gente sabe que o principal controle para uma empresa que está começando a se organizar é saber que não está fechando as contas no vermelho no final do mês, mas você saberia dizer se seu negócio, além de lucrativo, também tem se tornado rentável? 

Essa é uma pergunta importante para você se fazer de tempos em tempos para analisar não apenas o valor líquido que entra mensalmente, mas também para aprender a avaliar seu crescimento enquanto empresa de um modo geral. Vamos aprofundar mais o tema no decorrer do artigo, confira!

Conceito de lucratividade

Lucratividade é a relação entre lucro líquido e receita (gastos) total do negócio. Ou seja, lucro líquido corresponde a todo o dinheiro que sobra em caixa, mesmo depois de pagos os impostos, as despesas e todos os outros custos. 

Já a receita total corresponde ao valor - em reais - das vendas realizadas, ainda sem nenhum tipo de dedução.

Para calcular seu lucro, o valor final da conta é multiplicado por 100 para que o resultado seja obtido em porcentagem e quem determina o período que deseja usar como base para o cálculo é o empreendedor. 

Você pode fazer isso mensalmente, trimestralmente ou anualmente, por exemplo, a depender do fluxo da sua empresa. Confira a fórmula abaixo: 

Lucratividade lucro liquido

Por exemplo, se você decidir fazer isso mensalmente, você vai dividir o valor do seu lucro livre mensal pelo valor de todas as suas despesas naquele mesmo mês e depois multiplicar por 100. O resultado será a sua lucratividade do mês em porcentagem. 

Calcular lucratividade significa calcular quanto se tem no bolso, de fato, naquele momento, sem se confundir com o valor total que entra e circula na conta da empresa. Mas o cálculo também pode ajudar a ter um olhar mais amplo sobre o quão eficiente é o negócio (ou não). Ainda mais se você fizer isso com certa regularidade (todo mês, por exemplo). 

Quanto maior a lucratividade da empresa e o seu lucro operacional, melhor a sua eficiência operacional e maior a tranquilidade do empreendedor em cobrir custos e ainda lucrar com as vendas de seus produtos ou serviços. 

E-book conquistando a inadimplência zero

E-book enviado com sucesso!

Acesse seu e-mail para ler o e-book e fazer seus clientes pagarem em dia.

Conceito de rentabilidade

Rentabilidade vai além da lucratividade e é a relação, também em porcentagem, entre o lucro líquido de uma empresa em determinado período e os investimentos realizados por seu responsável.

Muitas empresas calculam lucro, mas não conferem esse sinal importantíssimo de que sua empresa está se sustentando e dando retorno para o que foi investido. 

A rentabilidade pode ser calculada com base nos investimentos iniciais, feitos pelo empreendedor para abrir o negócio. Mas também pode ser calculada a partir de outros investimentos, a depender do momento do seu negócio.

Conceito rentabilidade

Relembrando: lucro líquido é o dinheiro que vai para o caixa ou para o bolso do empreendedor depois que todos os impostos e despesas de produtos ou serviços já estão pagos. O valor do lucro líquido é primeiro dividido pelo valor do investimento e depois é multiplicado por 100, pois é preferível obter o resultado final da conta em porcentagem.

Descobrir o resultado dessa conta é saber quanto de retorno foi obtido com a empresa em determinado período e a partir de determinado gasto financeiro.

Qual é a diferença entre lucratividade e rentabilidade?

Apesar de serem dois conceitos igualmente importantes dentro dos processos financeiros e de servirem como base para empreendedores tomarem decisões estratégicas e calcularem ou modificarem a rota de seus negócios, lucratividade e rentabilidade não significam a mesma coisa. 

É possível você ter controle total da lucratividade, por exemplo, sem ter a mínima ideia da rentabilidade do seu negócio. Confira as diferenças.

A lucratividade:

  • relaciona lucro final e faturamento;
  • depende de dados relacionados a custos e gastos com produtos ou serviços e até mesmo de informações sobre a concorrência para ser calculada de forma adequada; 
  • traz uma noção mais pontual de como está indo seu negócio.

Enquanto isso, a rentabilidade:

  • faz um comparativo entre lucro final e investimentos já realizados;
  • depende apenas dos resultados da própria empresa que tenham relação com retorno financeiro a partir do dinheiro que já foi investido nela mesma;
  • expande seu olhar para uma visão mais geral de como está o desenvolvimento do seu negócio.

Quem calcula os dois indicadores-chave - também chamados de KPIs (Key Performance Indicator) ou indicadores financeiros - consegue saber se existe equilíbrio na situação financeira e operacional da empresa como um todo.

O ideal é que as duas coisas andem juntas, ou seja, que seu negócio tenha alta lucratividade e também alta rentabilidade, não apenas uma coisa ou outra. Inclusive, existe um ponto de equilíbrio entre lucratividade e rentabilidade, mas como encontrá-lo?

O segredo para o equilíbrio entre os dois indicadores é focar na lucratividade como fator determinante, tanto para avaliar a rentabilidade quanto para analisar a viabilidade de novos investimentos. Ou seja: quanto maior lucratividade, melhor!

Quais são os indicadores de lucratividade?

Alguns fatores têm impacto no retorno financeiro líquido de uma empresa. Quando tudo vai bem em alguns aspectos, a lucratividade também vai bem. Quando um ou mais fatores se abalam por alguma razão, a lucratividade cai e os negócios podem até fechar contas no vermelho.

Fique de olho nos principais indicadores de lucratividade para administrar a saúde financeira do seu negócio da melhor forma. Veja quais são esses indicadores:

  • Resultado das vendas (mais ou menos vendas).
  • Prazos de negociações (quanto menores os prazos, mais chances de lucro).
  • Despesas financeiras e principalmente gastos fixos (se aumentarem muito, preocupe-se!).
  • Margem de contribuição (cuide para não diminuir).
  • Giro de estoque (é importante não ser muito lento).
  • Inadimplência ou empréstimos.

Esses fatores que influenciam na lucratividade direta ou indiretamente também Influenciarão na rentabilidade.

Não existe um número que aponte qual deve ser a rentabilidade de um negócio, mas para saber se a sua empresa está no caminho certo, leve em consideração o seu porte e a porcentagem média de rentabilidade dos outros negócios do mesmo ramo ou setor.

Considere também a inflação: o resultado do seu cálculo deve estar acima desse valor. Se não estiver, procure novas estratégias que ajudem a melhorar esses indicadores-chave, sem reduzir qualquer outro ponto igualmente importante a ser monitorado em prol da saúde financeira do seu negócio.

Com paciência e um controle eficiente de gestão financeira, você chega lá!

O que você achou do post?

1 Resposta

Deixe seu comentário