Planejamento tático: o que é e como fazer?

Administrar uma empresa não precisa ser um bicho de sete cabeças. Confira o segredo para você conseguir elaborar um planejamento tático verdadeiramente eficaz e quais as vantagens de colocar o seu negócio nesse caminho.

Organizar planejamento tático

A organização de um bom planejamento tático requer menos complexidade e mais atenção às estratégias de menor prazo do que qualquer outra coisa. Seu objetivo é definir ações que precisam de menos tempo para serem concluídas. 

Afinal, já é comprovado que ações de longo prazo, quando inseridas em um modelo como esse, podem representar total fracasso.

Outros pontos são muito importantes para que um planejamento tático tenha eficácia:

  • Previsibilidade;
  • Pontualidade;
  • Transparência;
  • Organização; e 
  • Previsão de acasos e controle de exceções.

Sem eles, seu plano de ação corre risco de fracassar e não causar mudanças efetivas no dia a dia do seu negócio.

Por isso, pegue um papel e uma caneta e continue a leitura para descobrir o passo a passo de uma organização tática eficiente para a saúde do seu negócio.

Afinal, o que é um planejamento tático?

É uma etapa importante da estruturação ou reestruturação de empresas e de sua estratégia de negócio. Envolve, principalmente, gestores e líderes de todos os setores.

Seu principal objetivo está em estruturar iniciativas e metas realistas com base em uma organização feita anteriormente e pensando em maximizar, posteriormente, a qualidade dos procedimentos operacionais da empresa.

Podemos considerar o planejamento tático um meio-termo entre o planejamento estratégico e as operações. Lembrando que ele só funciona quando está focado em ações de curto e médio prazo e tem como base a visão do que acontece em cada área, bem como a definição de ações específicas para elas.

Ebook conquistando a inadimplência zero

eBook enviado com sucesso!

Acesse seu e-mail para ler o eBook e fazer seus clientes pagarem em dia.

Quais as funções do planejamento tático?

Não existe apenas uma função do planejamento tático, mas várias. Entre elas, destacam-se:

  1. Definir processos.
  2. Explicitar funções individuais e de cada setor.
  3. Possibilitar tomadas de decisões mais assertivas - por gestores e líderes - que terão impacto em todos os níveis do setor.
  4. Evitar ou eliminar crises.
  5. Minimizar riscos.
  6. Ampliar o comprometimento dos colaboradores.
  7. Melhorar o atendimento e a experiência dos clientes.
  8. Firmar garantias aos consumidores e também aos colaboradores.

Todo e qualquer objetivo dessa etapa da estruturação ou reestruturação de uma empresa só será atingido se houver um bom plano de ações estratégicas por trás.

Como organizar um planejamento tático eficaz?

A melhor maneira é levantando respostas para perguntas que fazem parte dos 5W2H em inglês: what (o quê), why (por que), where (onde), when (quando), who (quem), how (como) e how much (quanto).

Essa metodologia define bem qual será o passo a passo para a obtenção de planejamentos táticos verdadeiramente eficazes. Veja a seguir.

  1. O que precisa ser feito em cada setor para que suas metas sejam alcançadas?
  2. Por que tais coisas precisam ser feitas ou por que tais ações precisam acontecer?
  3. Afinal, quais são essas metas e por que elas existem?
  4. Onde as ações acontecerão?
  5. Quando tudo terá início e qual o prazo para a conclusão? Entre outros questionamentos relacionados ao tempo de execução de processos e definições.
  6. Quem estará envolvido? Para quem os resultados serão apresentados? Quais os principais interessados nessas mudanças? Entre outras perguntas norteadoras relacionadas a pessoas.
  7. Como cada ação será executada?
  8. Quanto custará cada uma delas? Quais são os processos financeiros que cabem aqui? Em alguns casos, é importante saber.

A partir de respostas para essas e outras questões, serão mapeados os principais problemas e as principais soluções de cada setor da empresa, assim como os principais envolvidos no processo e as iniciativas mais urgentes.

Esse mapeamento, inclusive, representa a principal diferença entre planejamento estratégico, tático e operacional. Explicaremos melhor no próximo tópico.

Diferença entre planejamento estratégico, tático e operacional

Enquanto o estratégico está atento a objetivos mais gerais e conta com uma visão holística da organização, os planos táticos mapeiam problemas e soluções bem mais pontuais. Além disso, eles também servem para que ocorra uma distribuição de metas e tarefas entre os setores.

Enfim, virá o planejamento operacional. Esse fica na base da pirâmide organizacional e tem como comandantes os supervisores ou pessoas em cargos semelhantes. Seu direcionamento é para curto prazo: atividades cotidianas, objetivos específicos e a realização rotineira de tudo o que for planejado nas etapas anteriores.

Confira alguns exemplos para compreender melhor a divisão:

  • Exemplos de planejamento estratégico: Pesquisa e Desenvolvimento (P & D), Levantamento de Necessidades para Sistema de Gestão de Qualidade (SGQ).
  • Exemplos de planejamento tático: Novos Processos, Desenvolvimento de Recursos, Planejamento de Operações.

Partir para o operacional significa começar a colocar tudo em prática, com menores chances de erros, uma gestão muito mais profissional e maior chance de sucesso, gerando lucro e mantendo a boa saúde financeira da empresa.

O que você achou do post?

1 Resposta

Deixe seu comentário